Trababalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1157 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CURSO DE ENFERMAGEM











DOENÇAS FÚNGICAS

São Luís
2011




DOENÇAS FÚNGICAS

Trabalho apresentado a disciplina de Relações Ambiente Microorganismo, para obtenção da 1ª nota de trabalho semestral. Orientador: Professor Msc. José Cândido Neto.

São Luís
2011
INTRODUÇÃO

Os fungos são organismos eucariontes,ou seja, possuem núcleo individualizado envolvido por membrana, que como as algas, têm parede celular rígida e podem ser uni ou multicelulares. Alguns podem ser microscópicos em tamanho, enquanto outros são maiores como os cogumelos e fungos que crescem em madeira úmida ou solo. Apesar de serem confundidos com as plantas possuem características diferenciadas, pois não sintetizam clorofila nemqualquer pigmento fotossintético, não tem celulose na parede celular, exceto alguns fungos aquáticos e não armazenam amido como substancia de reserva. Encontrados no ar, em plantas, solo, água, alimentos, animais e objetos inanimados; podem colonizar a pele, genitais, e trato gastrointestinal e respiratório. Muitas espécies de fungos são responsáveis pela causa de diversas doenças, sendo algumasdelas a Candidíase, Tínea Pedis, Pitiríase Versicolor.

CANDIDÍASE
É uma infecção causada por fungos do gênero Candida, também denominada de candidose, geralmente presente no trato gastrointestinal e na região perianal. Esta cresce no meio do ácido da vagina, podendo colonizá-la. O controle do seu crescimento depende da presença de outros microorganismos na flora vaginal normal.
* AGENTEETIOLÓGICO: Candida albicans

* TRANSMISSÃO: Como um membro da flora normal, ela já está presente na pele e nas membranas mucosas, dessa forma a cândida não é transmitida.

* SINTOMAS: Na vagina causa uma secreção que é expessa e branca, coceira, vermelhidão na parte exterior da região e irritação a micção. Em homens o fungo pode causar inchaço e vermelhidão no pênis e no prepúcio.* DIAGNÓSTICO:
1- Clínico: Exame Físico
2- Laboratorial: É feito pelo exame micológico do material da lesão e cultura. Nos tecidos infectados, corados pela hematoxilina, ou por colorações especificas para fungos, são visualizadas hifas não - septadas, largas, com ramificações em ângulos retos muito características, invadindo as paredes dos vasos e colonizando a luz destes. O material dabiopsia não pode ser macerado, mas seccionado assepticamente.

* TRATAMENTO: Feito a base de antimicóticos, mas deve-se tentar tratar as causas da candidíase para evitar as recidivas. Fazer uma dieta especial, preparada em conjunto com o médico e o nutricionista, ajuda a recuperar a saúde e o sistema imunológico. É um tratamento sistêmico e também é feito a base de antifúngicos, em geral de 3a 7 dias. Em casos mais resistentes deve-se fazer o tratamento por via oral, bem como na suspeita de que o parceiro também tenha a doença, este deverá ser tratado. O tratamento tem efeito em 4 a 6 semanas.

* PREVENÇÃO: Usar sabonete neutro, banhos diários, preferencialmente mais de um banho por dia no verão. Usar roupa íntima de algodão, evitando produtos sintéticos, inclusive meia calça,para que a pele possa respirar e a umidade ser diminuída. No contato sexual, usar preservativo. É aconselhável fazer higiene genital com muito cuidado, evitando o uso de duchas vaginais.

PÉ DE ATLETA
É uma infecção fungica que causa vermelhidão na pele dos pés. Os fungos procuram ambientes quentes e úmidos, nos pés e suas reentrâncias entre os dedos, formam um terreno fértil para suaproliferação.
* AGENTE ETIOLÓGICO: Epidermophyton

* TRANSMISSÃO: Andar descalço em certos locais, praia, piscinas e balneário. Ficar muito tempo em locais úmidos. Usar sapatos fechados com meia sintética.

* SINTOMAS: Causa desconforto, problemas estéticos nos pés. Os pés reclamam quando as unhas se tornam queratinosas e fracas, ou quando, surgem feridas que causam uma impressão de falta...
tracking img