Trab.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2145 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DO MATO GROSSO
INSTITUTO DE EDUCAÇÃO
DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA
TEORIA PSICANÁLITICA II
DOCENTE: Ms. RENATA COSTA

ALÉM DO PRINCÍPIO DO PRAZER

Discentes:
Gabriela Ariadne
Keyla Nunes
Pedro Ribeiro
Tenylle Nolasco
Wiviane Santana

Cuiabá
2013
UNIVERSIDADE FEDERAL DO MATO GROSSO
INSTITUTO DE EDUCAÇÃO
DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA
TEORIA PSICANÁLITICA IIDOCENTE: Ms. RENATA COSTA

ALÉM DO PRINCÍPIO DO PRAZER



Trabalho com fins avaliativos para a matéria de Teoria Psicanalítica II, Análise do texto Além do Princípio do Prazer de Freud 1920. Matéria ministrada pela Docente: Ms. Renata Costa.

Cuiabá
2013
Além do principio do prazer (1920)
Freud em seu texto relata uma experiência por ele próprio vivenciada, a primeirabrincadeira efetuada por um menininho de um ano e meio de idade, que havia sido inventada por ele próprio:
“Não incomodava os pais à noite, obedecia conscientemente às ordens de não tocar em certas coisas, ou de não entrar em determinados cômodos e, acima de tudo, nunca chorava quando sua mãe o deixava por algumas horas. Ao mesmo tempo, era bastante ligado à mãe, que tinha não apenas dealimentá-lo, como também cuidava dele sem qualquer ajuda externa. Esse bom menininho, contudo, tinha o hábito ocasional e perturbador de apanhar quaisquer objetos que pudesse agarrar e atirá-los longe para um canto, sob a cama, de maneira que procurar seus brinquedos e apanhá-los, quase sempre dava bom trabalho. Enquanto procedia assim, emitia um longo e arrastado ‘o-o-o-ó’, acompanhado por expressão deinteresse e satisfação. Sua mãe e o autor do presente relato concordaram em achar que isso não constituía uma simples interjeição, mas representava a palavra alemã ‘fort‘. Acabei por compreender que se tratava de um jogo e que o único uso que o menino fazia de seus brinquedos, era brincar de ‘ir embora’ com eles. Certo dia, fiz uma observação que confirmou meu ponto de vista. O menino tinha umcarretel de madeira com um pedaço de cordão amarrado em volta dele. Nunca lhe ocorrera puxá-lo pelo chão atrás de si, por exemplo, e brincar com o carretel como se fosse um carro. O que ele fazia era segurar o carretel pelo cordão e com muita perícia arremessá-lo por sobre a borda de sua caminha encortinada, de maneira que aquele desaparecia por entre as cortinas, ao mesmo tempo que o menino proferiaseu expressivo ‘o-o-ó’. Puxava então o carretel para fora da cama novamente, por meio do cordão, e saudava o seu reaparecimento com um alegre ‘da‘ (‘ali’). Essa, então, era a brincadeira completa: desaparecimento e retorno. Via de regra, assistia-se apenas a seu primeiro ato, que era incansavelmente repetido como um jogo em si mesmo, embora não haja dúvida de que o prazer maior se ligava ao segundoato.” (FREUD 1920)

A partir desta observação Freud vai delimitar o Prazer e Desprazer/Ativo e passivo: a atividade psíquica no seu conjunto tem por objetivo evitar o desprazer e proporcionar o prazer, onde através da brincadeira a criança sai de seu papel de passividade e se transporta ao papel ativo, onde ele determinará quando a mãe pode regressar.

.

“No início, achava-se numasituação passiva, era dominada pela experiência; repetindo-a, porém, por mais desagradável que fosse, como jogo, assumia papel ativo. Esses esforços podem ser atribuídos a um instinto de dominação que atuava independentemente de a lembrança em si mesma ser agradável ou não.” (FREUD 1920)

Devemos nos lembrar de que o aparelho psíquico é regido pelo evitar ou pela evacuação da tensão desagradável, sendoassim Freud vem a nos apresentar o Princípio da nirvana/estabilidade/constância:
“A tendência dominante da vida mental e, talvez, da vida nervosa em geral, é o esforço para reduzir, para manter constante ou para remover a tensão interna devida aos estímulos (o ‘princípio do Nirvana’, para tomar de empréstimo uma expressão de Barbara Low [1920, 73]), tendência que encontra expressão no...
tracking img