Trab

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1063 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CONTRATO DE CONSTITUIÇÃO DA “CLAREAR COMERCIO LTDA”



Pelo presente Instrumento Particular de Contrato Social:

Antonio de Araújo, brasileiro, casado (sob o regime de comunhão parcial bens), nascido aos vinte de Agosto de 1965, Contador, nº do CPF 123.456.789-01, nº do RG 123.456.7 SSP-PR, residente e domiciliado na Rua Quintino Torres, nº 123 apto. 306, Mundo Novo, Toledo – PR, CEP:10035-010.

Isabela Martins de Araújo, brasileira, casada (sob o regime de comunhão parcial bens), nascida aos 07 de julho de 1962, Advogada, nº CPF 348.670.028-12, nº do RG 345.789 SSP-PR, residente e domiciliada na rua Quintino Torres, n 123, apto. 306, Mundo Novo, Toledo – PR, CEP: 10035-010.

João Martins, brasileiro, casado (sob o regime de comunhão parcial bens), nascido aos 25 de fevereirode 1981, Administrador, nº CPF 023.984.491-22, nº do RG 001.608.483 SSP-PR, residente e domiciliado na rua Bicudo, n 150, apto. 01, Mundo Novo, Toledo – PR, CEP: 10035-150.

Têm entre si justa e contratada a constituição de uma sociedade limitada, nos termos da Lei n° 10.406/2002, mediante as condições e cláusulas seguintes:


CLAREAR COMERCIO LTDA

CLÁUSULA PRIMEIRA. A sociedade girasob a Clarear Comércio Ltda.

CLÁUSULA SEGUNDA. A sociedade tem sede na Rua Araújo, n° 827, sala 404, Céu Azul, Toledo-PR, CEP: 10.080-150.

CLÁUSULA TERCEIRA. A sociedade poderá, a qualquer tempo, abrir ou fechar filial ou outra dependência, mediante alteração contratual, desde que aprovado pelos votos correspondentes dos sócios, no mínimo, a três quartos do capital social, nos termos do art.1.076 da Lei n° 10.406/ 2002.





DO OBJETO SOCIAL E DA DURAÇÃO

CLÁUSULA QUARTA. A sociedade tem por objeto social o comércio varejista (será feita a produção e comercialização de materiais de limpeza). (art. 997, II, CC/2002)
CLÁUSULA QUINTA. A sociedade iniciará suas atividades na data do arquivamento deste ato e seu prazo de duração é indeterminado. (art. 997, II, CC/2002)DO CAPITAL SOCIAL E DA CESSÃO E TRANSFERÊNCIA DAS QUOTAS

CLÁUSULA SEXTA. A sociedade tem o capital social de R$ 99.000,00 (Noventa e nove mil reais), dividido em 300 quotas no valor nominal de R$ 33.000,00 (Trinta e três mil reais) cada uma, integralizadas, neste ato , em moeda corrente do País, pelos sócios, da seguinte forma:
Sócio N° de Quotas % Valor R$
Antonio de Araújo
67
33%33.000,000
Isabela Martins de Araújo
67
33%
33.000,000

João Martins
67
33%
33.000,000

Total
201
99%
99.000,000

CLÁUSULA SÉTIMA. As quotas são indivisíveis e não poderão ser cedidas ou transferidas a terceiros sem o consentimento do(s) outro(s) sócio(s), a quem fica assegurado, em igualdade de condições e preço direito de preferência para a sua aquisição, se postas à venda,formalizando, se realizada a cessão delas, a alteração contratual pertinente. (art. 1.056, art. 1.057, CC/2002)

CLÁUSULA OITAVA. A responsabilidade de cada sócio é restrita ao valor de suas quotas, mas todos respondem solidariamente pela integralização do capital social. (art. 1.052, CC/2002)


DA ADMINISTRAÇÃO E DO PRO LABORE

CLÁUSULA NONA. A administração da sociedade será de todos ossócios, em conjunto ou separadamente, com os poderes e atribuições de representação ativa e passiva na sociedade, judicial e extrajudicialmente, podendo praticar todos os atos compreendidos no objeto social, sempre de interesse da sociedade, sendo vedado o uso do nome empresarial em negócios estranhos aos fins sociais, nos termos do art. 1.064 da Lei n° 10.406/2002.

§ 1º Fica facultada anomeação de administradores não pertencentes ao quadro societário, desde que aprovado por dois terços dos sócios, nos termos do art. 1.061 da Lei n° 10.406/ 2002.

§ 2º No exercício da administração, os administradores terão direitos a uma retirada mensal, a título de pro labore, cujo valor será definido de comum acordo entre os sócios.

DO BALANÇO PATRIMONIAL DOS LUCROS E PERDAS

CLÁUSULA...
tracking img