Terceira idade e o basquete adaptado

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 32 (7822 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FURB – UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU
PÓS-GRADUAÇÃO EM GERONTOLOGIA










TERCEIRA IDADE E O BASQUETE ADAPTADO
NA CIDADE DE NAVEGANTES/SC




















ROBERTA FELLER
BLUMENAU
2010
TERCEIRA IDADE E O BASQUETE ADAPTADO
NA CIDADE DE NAVEGANTES/SC



















Monografia apresentada aoCurso de Especialização em Gerontologia da Fundação Fritz Muller em parceria com a FURB.















BLUMENAU
2010


SUMÁRIO


1 RESUMO 4


2 INTRODUÇÃO 5

2.1 Objetivo Geral 6
2.2 Justificativa 6
2.3 Abordagem Geral do Problema 7
2.4 Questões Específicas 7

3 METODOLOGIA 8

3.1 Caracterização da Pesquisa 8
3.2 Áreas de Abrangência 8
3.3 População e Amostra8
3.4 Instrumento de Coleta de Dados 8
3.5 Tratamento dos Dados 13
3.6 Apresentação e Análise dos Dados 13

4 ENVELHECIMENTO 14

4.1.1 Envelhecimento Fisiológico 14
4.1.2 Envelhecimento Psicológico 16
4.1.3 Envelhecimento Social 17
4.2 Característica do Esporte Adaptado para Terceira Idade 18
4.3 Características Esportivas para Terceira Idade 19

5 APRESENTAÇÃO E DISCUSSÃO DOSRESULTADOS 25


6 CONCLUSÃO 35


7 REFERÊNCIAS 37





RESUMO

O estudo realizado compreende uma investigação bibliográfica e de campo, que permitiu aos investigadores uma ampla abordagem relativa ao envelhecimento, à prática do esporte e seus benefícios na terceira idade. Com esta perspectiva, quais os efeitos do voleibol adaptado sobre as capacidades físicas em mulheres acima de 50anos de idade? A sociedade brasileira é carente de programas preventivos nas questões do envelhecimento e de serviços que tratem adequadamente os problemas dos idosos sob o ponto de vista físico, psíquico e social. O esporte têm sido associado ao bem-estar, à saúde e à qualidade de vida das pessoas em todas as faixas etárias, principalmente na meia-idade e na velhice. Mediante a passagem porprogramas Esportivos, às pessoas, no caso os idosos, teriam o domínio de conhecimentos teóricos e práticos, a valorização e a prática intencional e consciente do movimento, o que lhes proporcionaria a otimização do seu potencial motor e a correspondente capacitação para uma melhor relação com o ambiente. É possível visualizar a interdependência e circularidade entre as dimensões biológica, psicológicae social e após considerá-las, cada qual em sua especificidade, despontam como evidência as dificuldades até de sobrevivência da maior parte da população idosa, em virtude das transformações que ocorrem em todas as esferas de sua existência. O envelhecimento é um processo em que o organismo sofre transformações de declínio nos domínios físico, psicológico e afetivo-social. O sucesso noenvelhecimento depende da saúde física, da competência de adaptação social e do bem-estar psicológico. Neste sentido, o esporte, mesmo que não assegure o prolongamento do tempo de vida, garante o aumento do tempo de juventude, oferecendo proteção à saúde nas fases subseqüentes da vida, contribuindo para a recuperação de determinadas funções orgânicas interdependentes, levando conseqüentemente a umaorganização fisiológica sistêmica, sendo um dos melhores remédios para combater as doenças hipocinéticas, geradas pela inatividade da vida moderna. Os dados deste estudo comprovam a melhoria no IMC de 26,22 kg/m2 para 26,08 kg/m2 e nas capacidades: velocidade de reação, de 9,1%; na flexibilidade, em 6,8%; na precisão, de 142%, na resistência de força de membros superiores, de 10,8% e na de membros inferiores48,6%; na potência muscular, acréscimo de 8,5%; a função cardiorrespiratória aumentou 27,7%; a agilidade, 63,15%. A única variável negativa foi o equilíbrio que diminuiu 68,5%. Conclui-se que o esporte representa um método importante para a manutenção da saúde e função fisiológica ao longo da vida, sendo seus benefícios comprovados neste estudo.

Palavras-chaves: Capacidades Físicas,...
tracking img