Terceira dissertacao de nietzsche

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2612 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Terceira dissertação
O que significam ideais ascéticos?

Resumo :

O ascetismo ficou conhecido pelos esforços dos metafísicos para alcançar seus objetivos “espirituais” e Nietzsche dedicou, em especial, uma crítica aos ideais ascéticos na III Dissertação de Para a Genealogia da Moral, porque a ascese tomara a “vida transcendente” como referencial de todos os valores para além desta vida,que é imanente. Assim, indo à origem da cultura ocidental, Nietzsche propõe que uma ascese com base na transcendência, no imutável, na “verdade”, seja revista a partir de uma perspectiva da vida, desta vida, - um fluir constante, com lugar somente para a mudança, para “aparências”. Portanto, alguém que deseja estar além do que seja o comum na contemporaneidade só poderia exigir de si o máximo deauto-superação, de um domínio de si mesmo, para se realizar em uma espiritualização dos instintos no lugar da castração que os valores transcendentes têm proposto para o corpo como vida. Este alguém se configura em um tipo asceta que, aqui, é apresentado como o próprio Nietzsche.

Palavras Chaves : Genealogia, Ascetismo, Verdade

Introducao :

Por influência religiosa, o ascetismotem-se sobressaído como um exercício espiritual, diante do qual o corpo não é senão um instrumento. O próprio corpo é modelado diante de uma ascese imposta pelo “espírito”. Nesta perspectiva, o corpo fica sempre em segundo plano e essa é a melhor das hipóteses do ascetismo para o corpo. A pior é aquela em que o corpo, para dar liberdade à alma, deixa o “espírito” fluir e acaba consigo mesmo.Certamente há exceções entre os ascetas que optam pelo além e esta exceção é caracterizada por cuidar bem do corpo enquanto a alma estiver habitando nele. Platão, como atleta, lembra tal posicionamento. Em um tipo filosófico para o qual o corpo se fazia cárcere da alma, no mínimo deveria soar estranho o cuidado com o corpo. Porém, não devemos esquecer que Platão priorizava a alma e o seu mundo dasIdéias. E a alma, enquanto estiver no corpo, implica em que este merece ser bem tratado. Platão morreu idoso e forte.
A condição é que, antes de Platão e depois dele, muitas religiões praticaram o ascetismo contra corpo e em prol do além. Interessante é que Nietzsche, crítico por excelência do ideal ascético, principalmente na GM/GM III, estende esta metafísica ao artista, ao cientista eao filósofo. Porém, ele o faz tomando a verdade, o a priori como ponto de referência para tais tipos humanos. Neste sentido, ascese do ideal ascético do religioso, do artista, do cientista e do filósofo não se diferenciam, porque todas essas asceses têm como baliza um mesmo ideal: o de verdade. Ainda que artistas, cientistas e filósofos não necessariamente desprezem o corpo como muitos religiososfizeram e continuam fazendo, a questão é que a ascese do ideal ascético se sobressai enquanto princípio ascético geral. Há nisto um erro de generalização, para usar um princípio da lógica. Aliás, este é um problema dos conceitos, ou seja, eles generalizam, universalizam o que não é universalizável.
Mas, diante deste quadro de ascetismo, do qual Nietzsche, a um primeiro momento não poderia escaparcomo filósofo, surge uma nova perspectiva. Talvez não tão nova, uma vez que para os gregos a ascese tem o significado de exercício, de esforço para se atingir um fim, contudo um fim imanente. É o caso, por exemplo, do soldado que se exercita para a guerra. Ele se prepara com artes marciais de modo a deixar “prontos” o corpo e o espírito para qualquer eventualidade de combate que, naquela época,era mais um combate corpo a corpo. Ascese, portanto, como necessidade para um a mais de força e não somente em nome da sobrevivência, mas do viver. Para muito mais eles treinavam, para o exercício mesmo do poder, para a efetivação das forças em relação ou para a vontade de poder. Nisto está a diferença de um Nietzsche como tipo asceta, isto é, não existe dualismo entre corpo e alma ou corpo e...
tracking img