Terapia nutricional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4791 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
RBTI 2006:18:4:331-337

ARTIGO ORIGINAL

Terapia Nutricional Enteral em Unidade de Terapia Intensiva: Infusão Versus Necessidades*
Nutrition Support in an Intensive Care Unit: Delivery Versus Requirements
Ana Carolina de Castro Teixeira1, Lúcia Caruso2, Francisco G Soriano3

RESUMO JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Os pacientes internados em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), freqüentementeapresentam depleção nutricional, tornando fundamental a monitoração diária da oferta nutricional. O objetivo desse estudo foi avaliar a adequação da Terapia Nutricional Enteral (TNE) na UTI adulto e identificar as causas de interrupção da administração enteral prescrita. MéTOdO: Foi realizado um estudo observacional prospectivo de pacientes admitidos na UTI recebendo TNE exclusiva, durante 53 dias einfusão da dieta por meio de sistema fechado, infusão contínua (22 horas/dia) e sonda na posição pós-pilórica. A velocidade de administração da dieta iniciada com 25 mL/h e progressão até atingir a meta nutricional conforme protocolo préestabelecido. RESULTAdOS: Foram acompanhados 33 pacientes com idade entre 18 e 85 anos, 58% do sexo masculino. Os principais diagnósticos de internação foramcausas cardiovasculares (27%) e choque séptico

(21%). O início da TNE ocorreu em 25,3 ± 20 h após a admissão e atingiu a velocidade de meta nutricional em 32 ± 20,1 h. O volume diário prescrito, estabelecido a partir das necessidades previa atingir 26,1 ± 3,7 kcal/kg e 1,04 g de proteína/kg de peso corporal ± 0,1 g/kg. O volume administrado atingiu 19,5 ± 5,6 kcal/kg e 0,8 g de proteína/kg ± 0,2g/kg, correspondendo a adequação de 74%. Entre as causas da interrupção na administração da fórmula enteral, a maioria (40,6%) foram para procedimentos de rotina relacionado ao paciente. CONCLUSÕES: Os valores calóricos e protéicos atingidos com TNE neste serviço estão adequados conforme dados da literatura. Estes pacientes apresentaram grave instabilidade clínica interferindo negativamente natolerância à nutrição enteral. Pode-se constatar que a contínua sistematização de rotinas e treinamento da equipe contribuiu positivamente em atingir os objetivos da terapia nutricional. Unitermos: avaliação nutricional, nutrição enteral, terapia nutricional SUMMARY

1. Nutricionista, Ex-Aprimoranda do Serviço de Nutrição e Dietética do Hospital Universitário da USP. 2. Nutricionista do Serviço deNutrição e Dietética do Hospital Universitário da USP. 3. Médico Chefe da Unidade da Terapia Intensiva Adulto do Hospital Universitário da USP. *Recebido do Serviço de Nutrição e Dietética do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo (USP), São Paulo, SP. Apresentado em 06 de setembro de 2006 Aceito para publicação em 18 de outubro de 2006 Endereço para correspondência: Ana Carolina deCastro Teixeira - *Serviço de Nutrição e Dietética/ HU-USP* Av. Professor Lineu Prestes, 2565 Cidade Universitária – 1º A 05508-900 São Paulo, SP Fone/Fax: (11 ) 3039-9357 E-mail: snd@hu.usp.br ©Associação de Medicina Intensiva Brasileira, 2006

BACKGROUNd ANd OBJECTIVES: In critically ill patients nutritional deficiency is common. Considering this fact, the diary monitoring of energy delivered isextremely important. The objective of this study is to assess the adequacy of enteral nutrition (EN) in an Intensive Care Unit (ICU) and identify the reasons for interruptions in feeding. METHOdS: Prospective study of adult patients admitted to ICU in period of 53 days. Patients receiving continuous enteral tube feeding (22 hours/day) exclusively and post-pyloric tube feeding position were followed.The feeding volume started at 25 mL/h and was increased until nutritional goal, guided by a feeding protocol. RESULTS: 33 patients between 18 and 85 years old were studied. 58% were male. The main admission diagnoses were cardiovascular diseases (27%) and

Revista Brasileira de Terapia Intensiva Vol. 18 Nº 4, Outubro – Dezembro, 2006

331

TEIxEIRA, CARUSO E SORIANO

septic shock...
tracking img