Teoria transcultural de madeleine leininger

1 INTRODUÇÃO

A palavra Teoria tem origem grega“Visão”, constitui a forma sistemática de olhar o mundo, para descrevê-lo, explicá-lo, prevê-lo ou controlá-lo. Composta de conceitos, definições,modelos, preposições e suposições. Teoria de Enfermagem é a forma de relacionar conceitos, através do uso de definições que sejam úteis ao desenvolvimento de inter-relações significativas para adescrição ou classificação da prática. Existem várias teorias de enfermagem como:
• Teoria Ambiental: F. Nightingale;
• Teoria das Necessidades Básicas: Virginia Henderson ;
• Teoria do Autocuidado:Dorothea Orem;
• Teoria da Adaptação:Sister Calista Roy;
• Teoria das Relações Interpessoais em Enfermagem: Hildegard Peplau;
• Teoria Holística: Myra E. Levine;
• Teoria do Modelo Conceitual do Homem:Martha Rogers;
• Teoria das Necessidades Humanas Básicas:Wanda Horta;
• Teoria Alcance dos Objetivos:Imogenes King;
• Teoria Transcultural: Madeleine Leininger.
Este trabalho tem como objetivoestudar e refletir sobre a Teoria Transcultural de Madeleine Leininger, pois na visão de Leininger, a Enfermagem é uma disciplina de cuidados transculturais humanísticos e uma profissão cujo propósitomaior é servir o ser humano. Para ela o paradigma qualitativo proporciona novas formas de saber e diferentes meios de descobrir as dimensões do cuidado humano transcultural que, por sua vez, se constituinuma contribuição especial da Enfermagem à sociedade, com significados científicos, históricos e humanísticos em uma abrangência biofísica, política, social e cultural.

2 MADELEINE M. LEININGERMadeleine M. Leininger recebeu sua educação básica em enfermagem na St. Anthony’s School of Nursing Denver, CO, e graduou-se em 1948. Em 1950, obteve o bacharelado em ciências do BenedictineCollege, Atchison, KS; em 1953 o mestrado em ciência da enfermagem da Catholic University, Washington, Seattle. Ela é membro da American Academy of Nursing e possui doutorado em ciências humanas do...
tracking img