Teoria das janelas quebradas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1236 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Política de Tolerância zero

Ao consideramos a aplicação de uma política de tolerância zero, aludimos quase que de forma imediata a uma proposta de tornar a polícia mais repressiva, invasiva e agressiva, para desta forma combater a criminalidade crescente no mundo em que vivem os. Como se existisse a necessidade de uma polícia que pudesse cometer diversos ilícitos sobre o nobre pretexto decombater o crime.
Muito pelo contrário, na política de tolerância zero temos como requisitos principais para sua implantação o absoluto respeito ao Estado Democrático de Direito, respeitando a estrita legalidade dos atos dos agentes policiais e valorando a este como um representante de um Estado pacífico, mantenedor da ordem e da harmonia, em prol de uma sociedade e de todos seus cidadãos.
É destescidadãos que deve brotar um grande desejo de repelir a violência em todas suas formas, tal desejo deve ser apoiado por um Estado forte que aplique de forma coerente tal filosofia, entendendo que tal política acabará atuando de forma indireta no enfrentamento ao crime.
Tal política é embasada na Teoria das Janelas quebradas, onde se toma por consideração que o primeiro passo a cumprir, seria atomada de consciência do estado da importância do cumprimento de seus deveres legais para com a população, oferecendo a esta uma condição digna de vida e reconquistar a confiança desta, conseguindo estabelecer uma aliança que deve existir entre Estado e cidadãos.

Teoria das Janelas Quebradas

Esta foi um teoria elaborada por dois criminologistas americanos, James Wilson e George Kelling , epublicada na The Atlantic Monthly, mostrando a reação de causalidade existente entre a desordem e a criminalidade.
O estudo realizado pelos criminologistas tinha por base uma experiência executada por um psicólogo americano Philip Zimbardo, que deixou um carro num bairro de classe alta na cidade de Palo Alto, Califórnia. Na primeira semana o carro permanecia intacto, entretanto após quebrar umajanela, passado poucas horas o automóvel estava totalmente danificado e roubado por grupos vândalos que por ali passavam.
Ou seja, ao intuir que em determinado local não existe autoridade responsável pelo mantenimento da ordem social, ou que o Estado não se encontra fortemente representado, acabaremos por estimular ao aumento da criminalidade nesta região. Segundo os autores, caso se quebre umajanela de um prédio e imediatamente ela não seja consertada logo todas as outras janelas serão quebradas. E em pouco tempo acontecerá a decadência da própria rua, onde apenas as pessoas desocupadas ou aquelas com tendências para o crime irão se sentir bem naquele local, criando dessa forma um terreno propício para a criminalidade. Pequenas desordens levariam a grandes desordens e, posteriormente, aocrime.

E como recuperar um ambiente assim degradado? É neste ponto que se insere uma política de tolerância zero, a qual recuperaria em primeiro lugar a ação do Estado sobre o Estado, depois a ação do Estado sobre o ambiente, e finalmente reconquista a colaboração da população para a proteção do ambiente comum.
Nos anos 70 e 80 a criminalidade em Nova Iorque teve um crescimento lento econstante, em virtude da tolerância aos pequenos ilícitos. Criminosos que cometiam pequenos delitos não eram punidos e o número de “gangues” e criminosos começava a crescer. A principal reclamação da população era a cerca dos grupos de jovens que limpavam os pára-brisas dos carros sem a autorização dos donos e exigiam o pagamento pelo feito de forma agressiva que causava medo nas pessoas, além dosinúmeros pequenos delitos praticados dentro das estações de metrô, considerados pelos nova-iorquinos uma falta de ordem e autoridade.
Uma das principais dificuldades para implementar a política, esteve no convencer as autoridades policiais da importância do combate a estes pequenos ilícitos , tendo em vista que por décadas os policiais encontraram-se voltados a resolver crime de grandes magnitudes,...
tracking img