Teoria das cordas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4997 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Teoria das cordas

A ideia básica da teoria das cordas é incrivelmente simples. Ela diz que tudo no universo é composto por um elemento muito pequeno, vibrando filamentos de energia que são chamadas cordas, elas vibram em uma infinidade de formas diferentes assim como as cordas de alguns instrumentos musicais, como por exemplo o violoncelo .
A teoria das cordas ainda está em seu princípiomas já está revelando uma imagem do universo radicalmente nova tão estranha e tão bela.
Mas o que nos faz pensar que podemos entender toda a complexidade do universo, quem dirá reduzir a única teoria de tudo.
Os físicos de hoje têm certeza que somos capazes de entender toda a complexidade do universo e estamos começando por onde Einstein parou, por essa busca de “Unificação”. Dizem que aunificação seria a formulação de uma lei que descreve tudo do universo conhecido a partir de uma única ideia, seria ela uma equação mestra.
Pode haver essa equação mestra porque ao longo dos últimos anos nossa compreensão do universo nos deu uma variedade de explicações, todas indicando um só lugar, parece que todas convergem para um lugar que os físicos ainda tentam descobrir.
Todo objetivoda física fundamental é ver cada vez mais e mais do mundo em termos de cada vez menos princípios.
Muito antes de Einstein, a busca da unificação começou com um acidente mais famoso da história da ciência, essa história conta sobre um jovem que estava sentado de baixo de uma árvore, quando de repente viu uma maçã cair de cima. Com a queda daquela maçã, Isaac Newton revolucionou a compreensão donosso universo. Newton proclamou que a força que puxa uma maçã para o solo é a mesma que mantém a lua em órbita em volta da terra. Com uma maçã caída, Newton unificou o céu e a terra em uma única teoria que ele chamou de gravidade.
A gravidade foi a primeira força a ser compreendida cientificamente embora mais três se seguissem depois.
Embora Newton tenha descobrido essa lei da gravidade amais de 300 anos, suas equações descrevendo essa força fazem precisões tão precisas que até hoje fazemos uso delas.
No entanto houve um problema, enquanto suas leis descreviam a força da gravidade com grande precisão, Newton escondia um segredo, ele não tinha ideia de como a gravidade realmente funciona. Por muitos anos os cientistas se contentaram em se esquivar quando confrontados com essemistério.
Foi aí então que no início do século XX, um funcionário desconhecido que trabalhava na agência de patentes da Suíça, mudaria tudo isso. Ele pensava no comportamento da luz enquanto trabalhava, ele não sabia que suas contemplações sobre a luz o levaria a solucionar o mistério de Newton do que é a gravidade.
Aos 26 anos Einstein fez uma descoberta surpreendente, de que a velocidade daluz é um tipo de limite de velocidade cósmica, uma velocidade que nada no universo pode exceder.
Mas assim que o jovem Einstein publicou essa ideia, ele se encontrou confrontando o “pai da gravidade” .
O problema era que a ideia de que nada pode ser mais rápida do que a velocidade da luz contrariava a ideia de gravidade de Newton.
Para compreender esse conflito é preciso fazer algumasexperiências: Se por acaso de repente sem nem um aviso o sol se evaporiza e desaparece completamente. Segundo Newton, com a destruição do sol eles sairiam completamente de suas órbitas indo para o espaço.


Para ele a gravidade era uma força que agia instantaneamente a qualquer distância, e então sentiríamos imediatamente o efeito de destruição do sol, mas Einstein viu um grande problema nateoria de Newton, o problema que surgiu de seu trabalho com a luz. Einstein sabia que a luz não viaja instantaneamente, na verdade o raios do sol levam oito minutos para viajarem 150 milhões de quilômetros até a terra. E considerando o que ele mostrou que nada, nem mesmo a gravidade , pode viajar mais rápido que a luz. Como a terra poderia sair da órbita antes que a escuridão resultante do...
tracking img