Teoria da contabilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 122 (30476 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

TEORIA DA CONTABILIDADE

EVOLUÇÃO HISTÓRICA DA CONTABILIDADE 3
ESTRUTURA CONCEITUAL BÁSICA DA CONTABILIDADE 12
NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE / CONTABILIDADE NO MERCOSUL 23
A – Normas Brasileiras de Contabilidade 23
B - A Contabilidade no Mercosul 26
1 Introdução 26
2 A profissão contábil nos países do MERCOSUL 27
3 Normas e práticascontábeis nos países do MERCOSUL 28
4 Conceito e estrutura do Balanço Patrimonial 30
Definição e Critérios de Avaliação do Ativo, Passivo e Patrimônio Líquido. Receitas, Ganhos, Despesas e Perdas 31
1 Conceituação de Ativo 31
2 Avaliação do Ativo 31
3 Passivo (Exigibilidades) 33
4 Patrimônio Líquido 33
5 Receitas, Despesas, Perdas e Ganhos 34
EVIDENCIAÇÃO (DISCLOSURE) E OS OBJETIVOSDA 35
CONTABILIDADE 35
1 Introdução 35
2 Características da informação contábil 36
3 Relacionamento entre evidenciação e convenções contábeis 36
4 Formas de evidenciação 37
GOODWILL 41
1. O que é Goodwill? 41
1.2 Classificação do Goodwill 42
1.3 Fatores que geram o Goodwill 43
1.4 Reconhecimento do Goodwill 43
1.5 Mensuração do Goodwill 44
1.6 Amortização do Goodwill 45
1.7Tratamento do Goodwill segundo a legislação brasileira 45
1.8 Tratamento do Goodwill segundo IASC – IAS 22 46
DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA 48
RESPONSABILIDADE SOCIAL E BALANÇO SOCIAL 52
1 Responsabilidade Social 52
2. Balanço Social 54
3 Demonstração do Valor Adicionado 58
CAPITAL INTELECTUAL 63
1 Considerações iniciais 63
2 Conceituação 63
3 Componentes 64
4 Contexto66
5 Gestão do Capital Intelectual 67
6 Mensuração do Capital Intelectual 68
Indicadores do capital humano 68
Indicadores do capital estrutural 68
Indicadores do capital relacional 69
7 Mensuração do Capital Intelectual pela SKANDIA 69
GESTÃO/ CONTABILIDADE AMBIENTAL 71
COMPORTAMENTO AMBIENTAL REATIVO (modelo de Baumol, 1979) 71
COMPORTAMENTO ÉTICO AMBIENTALDA EMPRESA (Modelo de Tomer,1992) 72
AVALIAÇÃO DE CUSTOS AMBIENTAIS 74
Conclusão: 76
COMO USAR AS AUDITORIAS AMBIENTAIS 76
ATIVIDADES DE UMA AUDITORIA 77

Tema 1

EVOLUÇÃO HISTÓRICA DA CONTABILIDADE

1 Introdução

Os primeiros sinais objetivos da existência da contabilidade, segundo alguns pesquisadores, foram observados por volta do ano 4.000 a C , na civilizaçãoSumério-Babilonense e coincidiu com a invenção da escrita.

As primeiras anotações eram feitas em termos físicos pois somente haviam trocas, o que fez com que sua evolução fosse bastante lenta. Em 1.100 a C, este quadro se alterou, por ocasião do surgimento da moeda.

Há informações que os primeiros rudimentos de balanço surgiram no ano de 1.300 em Florença, Itália.

Entre os séculosXIII e XVII a contabilidade se distinguiu como uma disciplina adulta, justamente pelo fato de que neste período a atividade mercantil, econômica e cultural era muito importante, ou seja, a evolução da contabilidade sempre está associada ao desenvolvimento da sociedade como um todo. Esse fato tem feito que mais recentemente venha sendo considerada como pertencente ao ramo da ciência social.A intensidade das atividades mercantis, econômicas e culturais, determinou o surgimento e domínio das escolas de contabilidade, notadamente na Itália.

2 Escola Italiana de Contabilidade

Com o surgimento do Método de Partidas Dobradas no século XIII ou XIV, e sua divulgação através da obra “La Summa de Arithmetica, Geometria, Proportioni et Proportionalitá” de autoria do Frei LucaPacioli, publicada em Veneza em 10/11/1494 (1ª edição), a escola italiana ganhou um grande impulso, espalhando-se por toda a Europa.

Várias correntes de pensamento contábil se desenvolveram dentro da escola italiana, sendo as mais relevantes: o contismo, o personalismo, o neocontismo, o controlismo, o aziendalismo e o patrimonialismo.

2.1 Escola Contista

Constituiu-se na...
tracking img