Teoria da aprendizagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2842 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Problema


Na entrevista com o professor de uma escola particular situada na cidade Núcleo Bandeirante-DF, ele diz que o colégio não possui apenas uma abordagem mais sim faz um englobado dos métodos construtivista, sócio interassionista e tradicional, procurando mesclar e aproveitar o que se tem de melhor nestas três abordagens.
Os professores fazem plano de aula semanal que sãoentregues à coordenação. Tive acesso a esses planos e percebi que não são bem elaborados, apresentam o conteúdo e como será trabalhado, mas não define quais habilidades e competências que os alunos devem alcançar nem de que forma será feita a avaliação.



































Objetivo



A escola objetiva em seu projeto político pedagógico oprincípio humanizador centrado em valores e atitudes positivas visando a fomação do caráter e não mais o conteúdo. Segundo o professor da escola “educação é muito mais que informação. Informação se tem pelos meios de comunicação que oferecem, muitas vezes, melhor que a escola. A escola precisa formar o aluno como sujeito capaz de receber essas informações, selecioná-las e fazer bom uso da mesma.”Neste contexto a interação da escola com a sociedade e as parcerias junto a empresas e serviços público da cidade, promovendo diversos tipos de eventos, culturais e esportivos buscam incentivar os alunos a relacionar-se com seu meio tornando-os críticos e dando-lhes condições de transformação da realidade.

































IntroduçãoEducar é ensinar, aprender, divertir, buscar valores éticos, morais e respeitar o próximo, aceitando as diferenças e sabendo conviver com elas. Na escola estes princípios são fundamentais para o bom convívio e bom funcionamento, para que isto ocorra é necessário que seus idealizadores sigam alguns princípios e que realmente os façam valer.
O presente trabalho vem mostrar como são aplicadosos processos de ensino aprendizagem de um a escola, e de que forma são realmente colocados em prática. Se as metodologias aprendidas na faculdade se fazem valer quando está dentro de uma sala de aula e como se deve trabalhar com as dificuldades de aprendizagem trabalhadas enfrentadas no cotidiano escolar.



































CapítulosO ensino no século XXI

A escola, pode se tornar um espaço legítimo para a construção da afetividade, uma vez que está centrado na intervenção sobre a inteligência, de cuja evolução depende a evolução da afetividade. A vida principia com a afetividade e a cognição sincreticamente misturadas, e estas, no decorrer do desenvolvimento, vão se diferenciando, se integrando, prevalecendo orauma, ora outra. “A escola possibilita interações diversas entre parceiros, ao mesmo tempo em que proporciona situações e experiências essenciais para a construção do indivíduo como pessoa. É através das experiências com o mundo social, especificamente eu – outro que o organismo, em toda sua plasticidade, vai elaborando e reestruturando um dos aspectos que nos caracterizam como seres humanos: oaspecto afetivo. Não é apenas no nível interpessoal que isso se dá, mas também na relação indireta com o outro, que é a relação com a cultura.” (ALMEIDA, 1999)
Podemos dizer, então, que à escola e mais especificamente ao professor é dado o importante papel social de entender o aluno na sua dimensão humana, na qual os aspectos intelectuais e afetivos estão presentes e se interpenetram em todasas manifestações do conhecimento. Geralmente as escolas elaboram uma programação que privilegia o aspecto cognitivo sobre o afetivo, ignorando que desenvolvimento afetivo e intelectual, são aspectos diversos de uma mesma e única realidade: o desenvolvimento pessoal do indivíduo. Portanto, é necessário encarar o afetivo como parte do processo de conhecimento, já que ambos são inseparáveis. Segundo...
tracking img