Teoria da administracao

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1395 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A administração é uma habilidade humana, sem dúvida. Porém, uma habilidade adquirida após séculos de evolução, pela imperiosa necessidade de organização afeta aos homens de negócios.
Segundo Chiavenato (2000, p. 3) habilidade humana “[...] consiste na capacidade e facilidade para trabalhar com pessoas, comunicar, compreender suas atitudes e motivações e liderar grupos de pessoas”. 
Possuirhabilidade humana é cônscia de suas próprias atitudes, opiniões e convicções acerca dos outros e de grupos de pessoas; é capaz de aceitar a existência de opiniões, percepções e convicções que são diferentes das suas próprias é suficientemente hábil para compreender o que os outros realmente querem dizer com palavras e atos.
A história da Administração surgiu aproximadamente há 5.000 a.C., naSuméria, quando seus antigos habitantes procuravam uma maneira para melhorar resolução de seus problemas práticos, então surge a arte e o exercício de administrar.
O difícil é precisar até que pontos os homens da Antiguidade, da Idade Média e até mesmo do inicio da Idade Moderna tinham consciência de que estavam praticando a arte de administrar.
A moderna administração surgiu em resposta as duasconsequências provocadas pela Revolução Industrial:

a-) Crescimento acelerado e desorganizado das empresas que passaram a exigir uma administração cientifica capaz de substituir o empirismo e a improvisação;

b-) necessidade de maior eficiência e produtividade das empresas, para fazer face à intensa concorrência e competição no mercado.

No inicio do século XX, surge FREDERICK W.TAYLOR, engenheiro americano, que apresentou os princípios da administração cientifica e o estudo da administração como ciência.
Conhecido como o precursor da teoria da administração cientifica, Taylor preconizava a prática da divisão do trabalho, enfatizando tempos e métodos a fim de assegurar seus objetivos, a máxima produção com o mínimo de custo seguindo os princípios da seleçãocientifica do trabalhador, do tempo padrão, do trabalho em conjunto, da supervisão e da ênfase na eficiência.
Surgem também as relações humanas, onde o bem estar dos trabalhadores era um dos fatores para o bom funcionamento da organização e o alcance dos objetivos traçados por ela.
A Teoria Cientifica de Taylor surgiu com o que chamamos de ‘’ênfase nas tarefas’’ surgiu durante a RevoluçãoIndustrial com a racionalização do trabalho no nível operacional como base a divisão do trabalho, a especialização do trabalhador, a padronização das tarefas, a gratificação no salário.
Cada teoria foi criada possuindo uma “abordagem” e, significa dizer que, cada estudo que se transformou em uma teoria teve um enfoque, uma maneira de enfatizar ou evidenciar os valores e relações econômicas, sociais epolíticas da época em que foram criadas.
* Seleção científica do trabalhador – tarefas mais comparáveis com sua aptidão e após muito treino.
* Tempo-padrão – trabalhador deve atingir, no mínimo, a produção padrão exigida pela empresa.
* Plano de incentivo salarial – remuneração proporcional ao número de peças produzidas.
* Trabalho em conjunto – interesses dos funcionários(altos salários) e da administração da fábrica (baixo custo de produção) podem ser conciliados.
* Gerentes planejam operários executam – planejamento de responsabilidade da gerência.
* Divisão do trabalho – tarefas divididas no maior número possível de Sub-tarefas.
* Supervisão – deve ser funcional, especializada por áreas.
* Ênfase na eficiência – uma única maneira certa deexecutar uma tarefa.

Em 1911, Taylor publicou um livro considerado como a bíblia dos organizadores do trabalho: princípios da administração cientifica, que tornou-se um Best Seler no mundo inteiro.
Henri Fayol, que era francês, defendia princípios semelhantes na Europa, baseado em sua experiência na alta administração. Enquanto executivos europeus estudavam os métodos de Taylor, os...
tracking img