Teor de cloreto na areia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1843 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
AILTON HEUSSER JÚNIOR
ALAN AMILTON SAGAS

CARLA FLORES

CRISTIANO WESTPHAL









 DETERMINAÇÃO DE CLORETO EM AMOSTRAS DE AREIA DESTINADA A FABRICAÇAO DE CONCRETO, ATRAVÉS DO MÉTODO DE MOHR



Relatório apresentado a disciplina de Química Tecnológica do curso de Engenharia Civil da Universidade do Sul de Santa Catarina, unidade da Ponte doImaruim.


Professora Dra. Heloisa Regina Turatti Silva






PALHOÇA
2011
SUMÁRIO


1. RESUMO.........................................................................................................03
2. OBJETIVOS.....................................................................................................04
3. FUNDAMENTAÇÃOTEÓRICA.......................................................................05
4. PROCEDIMENTO EXPERIMENTAL...............................................................07
5. APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS E DISCUSSÕES.............................08
6. CONCLUSÃO..................................................................................................12
7.BIBLIOGRAFIA................................................................................................13






















1. RESUMO


A Indústria da Construção Civil no Brasil é uma das grandes responsáveis pelo crescimento do país. A questão da durabilidade das construções tem recebido atenção redobrada nos últimos anos, por causa da freqüente ocorrência de casos patológicos e o grande custo associado a reparos. Grandeparte dos danos e estragos nas estruturas de concreto armado se dá pela corrosão do concreto, onde um dos principais agentes causadores são os íons de Cloreto (Cl). Em virtude da preocupação com a questão da durabilidade e vida útil das estruturas, executou-se uma analise especifica em duas amostras de areia através do método de Mohr . O resultado foi comparado com as informações provenientes dasnormas ABNT (NBR9917 e NBR14832), que indicam o teor de 0,2% para concreto simples , 0,1% para concreto armado e 0,001% para concreto protendido. Após os experimentos verificamos 8,06x 10-2 % de cloreto na primeira amostra e 1,17 x 10 -1 % de cloreto na segunda amostra .


Palavras-chave: Cloreto. Areia. Concreto.














2. OBJETIVO

1. Objetivo Geral

•Comparar o teor de cloreto presentes na areia destinadas ao concreto;

2. Objetivo Especifico

• Utilizar a técnica do método de Mohr;
• Diagnosticar a qualidade da areia para concreto das amostras;
• Verificar a qual tipo de concreto a areia analisada pode ser utilizada de acordo com as normas da ABNT (NBR9917 e NBR14832).3. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

                                                                                                                                        
            Um dos problemas mais comuns da construção civil, nas regiões litorâneas, é a corrosão do concreto pelo íon cloreto, ação que é popularmente conhecido como ‘salito’. Os íons cloreto, em presença de água, reagem como concreto, causando fissuras e a formação de pontos de corrosão nas armaduras, reduzindo a resistência de colunas e vigas.  
Na tecnologia do concreto, a areia é chamada de “agregado miúdo”.
Na natureza, pode ser encontrada em portos de areia dos rios ou em minas. As ultimas são as mais baratas, mas podem conter impurezas necessitando de lavagem para que possam ser usadas em obras demaior responsabilidade.
          Quanto ao tipo, as areias são divididas em grossa, média e fina:
• Areia grossa - grãos com diâmetro entre 2 a 4 mm
• Areia média - grãos com diâmetro entre 0,42 a 2 mm
• Areia fina - grãos com diâmetros entre 0,05 a 0,42 mm.
Na construção civil, o concreto pode usar areia grossa, média ou fina. Entretanto, areias finas podem conter outros compostos, o...
tracking img