Teatro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2876 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ANTONIO RICARDO VITOR – RA 1043913
VANDERCELIA LEAL - RA 1044351

VANESSA APARECIDA DOS SANTOS- RA 1059812

“BEHAVIORISMO NA EDUCAÇÃO”

CURITIBA-PR
AGOSTO DE 2010

ANTONIO RICARDO VITOR – RA 1043913
VANDERCELIA LEAL – RA 1044351

VANESSA APARECIDA DOS SANTOS – RA 1059812

“BEHAVIORISMO NA EDUCAÇÃO”

Projeto apresentado ao Curso de Graduaçãoem ARTES VISUAIS COM LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO ARTÍSTICA, na disciplina de Psicologia da Educação, do Centro Universitário Claretiano – Pólo de Curitiba, Sob a orientação da professora Iara Cristina C. Degani.

CURITIBA-PR
AGOSTO DE 2010

Projeto de PRÁTICA

OBJETIVOS
• Compreender e analisar como os conceitos do Behaviorismo são aplicados na educação nos dias atuais.
•Desenvolver a habilidade de analisar e estabelecer relações entre a teoria e a prática.

Curso: Artes Visuais com licenciatura em Educação Artística
Disciplina: Psicologia da Educação
Professor Responsável: Iara Cristina C. Degani
Título do Projeto: “Behaviorismo na Educação”
Professor entrevistado: Vicente Moreira da Silva
Alunos do grupo:
– Ra. 1043913

– Ra. 1044351

– Ra. 1059812

Datainício do Projeto: 16 / 08 /2010
Data término do Projeto: 27 /08 /2010

ENTREVISTA COM O PROFESSOR

Nome do (a) Professor (a): Vicente Moreira da Silva
Instituição de Ensino: Colégio Estadual José Sarmento Filho – Ensino Fundamental e Normal
Município: Iretama
Curso: Curso de Ensino Fundamental _ Anos Finais (8ª Série)

1. O que você, como professor, faz para obter um comportamento esperadodos seus alunos? O que você faz para controlar e condicionar o comportamento deles?

Quando se trata da relação professor-aluno em sala de aula, é preocupante perceber como o comportamento vem mudando no decorrer dos anos. O professor, hoje, acaba tendo dificuldade de conseguir um “clima pedagógico” para realizar o seu trabalho.
Encontramos na sala de aula, os maisdiversos tipos de alunos, que se diferenciam no sentido de aprendizagem e de personalidade. Nem sempre o comportamento que se deseja do aluno em sala de aula é realmente aquele que se consegue no dia-a-dia. No entanto, cada professor tem o seu jeito de lidar e de estabelecer essa relação da maneira mais produtiva possível.
Sabemos que um ambiente onde há coerência na postura do aluno durante otrabalho do professor, o rendimento e a aprendizagem dos alunos são conseguidos de forma satisfatória. Um aluno que se compromete com o trabalho em sala de aula é tido como um aluno exemplar e comprometido com o seu papel de estudante.
A maneira de conseguir um comportamento dos meus alunos é fazendo-os entender de seu papel como estudante. Sempre procuro chamar a atenção quandopercebo que há dispersão e desatenção durante as aulas.
É interessante perceber que depois de algum tempo, eles mesmos procuram se corrigir em relação à sua postura, por saber que caso ajam de forma inadequadas, os mesmos serão corrigidos pelo professor.

2)Quais comportamentos os alunos têm de maneira incondicionada, ou seja, de maneira involuntária, sem que você os tivesse ensinado?São comportamentos como tossir, espirrar, piscar os olhos, balançar mãos e pés, coçar, bocejar e outros adquiridos de forma involuntária, os chamados “cessos”.

3)No que diz respeito aos conceitos que os alunos aprendem, quais deles você ensinou e eles conseguiram generalizar para outras situações diferentes do estímulo inicial básico? Por exemplo: você ensinou algo e elesconseguiram transpor isso para outra situação?

Entendo que os conceitos de cores: primárias e secundárias é um bom exemplo a ser considerado na disciplina de Artes. A partir do momento que o aluno compreende o conceito das cores, os mesmos também podem entender que a partir da mistura de cores, geram outras. Por ex: se tenho o vermelho e quero o a cor rosa, basta eu acrescentar a cor...
tracking img