Teatro e ditadura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4883 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
I-Progressos e retrocessos
Segundo o autor, entre 1964 a 1984 o teatro funcionou em condições anormais que fizeram surgir nos palcos tendências, experiências, textos e encenações de características muito diferentes de tudo que ali fora visto anteriormente.Ao mesmo tempo, rotulado pelo regime militar como um perigoso inimigo público,e, conseqüentemente, perseguido e reprimido. O teatroconstituiu-se numa importante frente de resistência ao arbítrio e desempenhou destacado papel na sociedade do seu tempo. O episodio é bastante complexo e fascinante para merecer uma análise que abarque os seus aspectos estéticos, sociológicos e políticos.

II- Os Antecedentes
De acordo com o texto, até o fim dos anos 30 o nosso teatro estava, há muito, mergulhado num profundo imobilismo. Sua vida giravaem torno de alguns astros e estrelas, dotados de fortes capacidades histriônicas e de grande facilidade de comunicação com o público, mas desinteressados de experimentar quaisquer caminhos que já não tivessem sido amplamente testados e explorados. Um repertório desambicioso, constituído na sua quase totalidade de comédias antiquadas e de revistas. Espetáculos sem nenhum vestígio de concepçãodiretorial.
A figura do diretor, no sentido moderno, quase não existia, sendo substituída pela função do ensaiador, que cuidava apenas dos aspectos “mecânicos” do espetáculo e realizado sem nenhuma preocupação estética ou estilística. Tendo processos de ensaio em que o lançamento sucedia as vezes, a intervalos de apenas uma semana. isentando o ator de decorar detalhadamente o texto, os elencoseram escolhidos e orientados com o cuidado de não ofuscar o brilho histriônico pessoal do protagonista-empresário. Longe de assumir como uma força viva e atuante dentro da sociedade, o teatro contentava-se com o papel de mero divertimento escapista, submisso às acomodadas exigências do público, que preferia a repetição de uma redundante rotina a qualquer hipótese de um impulso inovador.“Convencionou-se considerar a estréia de vestido de noiva, de Nelson Rodrigues, realizada a 28 de dezembro de 1943 no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, pelo grupo amador, os comediantes, como o marco inicial do moderno teatro brasileiro. Com efeito, o texto trazia um sopro absolutamente novo para o nosso palco, com a as linguagem que parecia extraída viva do vocabulário cotidiano da pequena classe médiacarioca, contrastando com o diálogo empostado e artificial que prevalecia até então na dramaturgia nacional. E com sua visão moderna da estrutura dramática, substituindo a tradicional narrativa linear por nervosos cortes inspirados na técnica do cinema, e espalhando a ação por três planos organicamente interligados: o da realidade, o da memória e o do delírio. Apoiada na moderna cenográfica de SantaRosa e direção de Ziembinski.” (Pg 10 e 11)
A próxima etapa decisiva para a modernização do nosso teatro começou em 1948, com a fundação, em São Paulo, do Teatro Brasileiro de Comédia , companhia sustentada por mecenas especialmente por Franco Zampari. O TBC tornou-se uma espécie de seleção nacional de teatro brasileiro, deslocando decididamente o centro de gravidade da vida teatral do Riopara São Paulo. A companhia chegou a ter simultaneamente sob contrato cinco diretores, todos estrangeiros (Adolfo Celi, Ziembinski, Luciano Salce, Flaminio Bollini, Ruggero Jacobbi) que impôs padrões de bom acabamento artesanal e interpretativo, até então inéditos nos palcos nacionais. Procurou fazer um repertório ao mesmo tempo ousado e equilibrado, misturando grandes clássicos, autores modernosainda desconhecidos ou pouco conhecidos no Brasil ( Arthur Miller, Sartre, Pirandello, Garcia Lorca,Tennessee Williams, etc.) faziam também comédias sofisticadas cujo êxito de bilheteria lhe permitia enfrentar em seguida lançamentos mais arriscados; Constituiu-se na maior escola prática de profissionalismo que jamais existiu no Brasil. O TBC teve vida mais longa do que a grande maioria das...
tracking img