Tcc - direito

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1520 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS









CARLA RAMOS

FERNANDA PRATES

ITALO COUTO

JOSELITO FERREIRA

LUIZ AUGUSTO CHAGAS

TAMIRIS ADAMI

TANIANA CUNHA

UILLES REBOUÇAS











PESQUISA EXPERIMENTAL












ITABUNA – BAHIA
2010
FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS


















PESQUISA EXPERIMENTALTrabalho apresentado à professora Jilsária, como crédito da disciplina TCC I – Curso de Direito da Faculdade de Tecnologia e Ciências - FTC.















ITABUNA – BAHIA
2010

PESQUISA EXPERIMENTAL






Pode ser considerada O IDEAL DA CIÊNCIA, porque as respostas a questões de pesquisa obtidas em experimentos sãono total mais claras e menos ambíguas do as respostas obtidas em pesquisas Não-Experimental (ex post facto).
AMBAS SÃO IMPORTANTES E NECESSÁRIAS.
Experimentos de Milgram (1974) sobre OBEDIÊNCIA E AUTORIDADE
Mostrou que pessoas de diversos níveis de formação farão coisas moralmente condenáveis a outras pessoas, sob o comando de uma autoridade respeitada e claramente designada.Perguntas:
- Que fatores influenciam a disposição do indivíduo para obedecer a uma
autoridade?
- Como a autoridade afeta a obediência?
- Se o indivíduo que der ordens a uma pessoa tiver status de autoridade, isso a
compele a maior obediência?
- Por que indivíduos aceitam que os compelem a comportamentos "imorais",
comportamentos que levam sofrimento a indivíduos desprotegidos?
-Quando pessoas obedecem a uma ordem que atenta contra a moralidade
comum, como elas reagem psicologicamente, como justificam seu
comportamento?
- É um conjunto formidável de perguntas a que podemos responder apenas
parcialmente.

Procedimento experimental:
Duas pessoas chegam ao lab. de psicologia para trabalharem juntas em um estudo sobre memória e aprendizagem. Uma será"professor" a outra o "aluno".
- O verdadeiro sujeito experimental: professor
Ele é avisado de que a finalidade do experimento é estudar os efeitos da punição na aprendizagem.
O aluno: ator (recebeu instruções de como reagir) Sentado em uma cadeira, braços amarrados para evitar movimentos e com eletrodos preso ao pulso.
O pesquisador diz ao aluno que ele aprenderá uma lista de pares de palavras. Sefizer um erro, levará um choque.
O professor observa tudo isso e é levado para a principal sala experimental e é
instruído sobre como usar um gerador de choque, com um painel de 30 chaves: de 15 a 450 volts, com "Choque leve" e "Perigo-Choque violento"
O professor recebe ordens para "ensinar" o homem da outra sala, lendo pares de palavras - dia bonito; caixa azul ...
Nos testes deaprendizado, o professor lê as palavras-estímulo e em seguida
quatro respostas prováveis, Ex.: azul: céu, tinta, caixa, lâmpada.
O aluno escolhe a resposta que acha correta apertando um de quatro botões.
- Se resposta for correta: o professor vai para próxima pergunta
- Se for incorreta: aplicar choque no aluno.
O professor receberá ordens de aplicar choques cada vez mais fortes a cada
respostaincorreta. Se o aluno fizer perguntas, deve ser informada de que os
choques podem ser muito dolorosos, mas que não causam danos permanentes aos tecidos ( Na verdade o aluno não recebeu um choque sequer).
Depois de iniciado o ensino e aprendizado e durante o experimento, o sujeito,
talvez perturbado por Ter que aplicar choques em outra pessoa, perguntou ao
pesquisador se deveria continuar a fazeraquilo. O pesquisador estimulou-o com um entre quatro comandos: Por favor continue;
O experimento exige que você continue;
É essencial que você continue;
Não há outra escolha você tem que continuar;
Estes comandos eram dados em seqüência e apenas se o sujeito se recusasse a obedecer.
O aluno-cúmplice do pesquisador deu sempre o mesmo conjunto de respostas ou reações ao procedimento:
- 0 a 75...
tracking img