Tarja verde

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4161 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Tarja verde
Conheça os alimentos funcionais, que você pode incluir em sua dieta diária para ajudar a prevenir doenças
Antes de começar a ler este texto, dê uma parada e lembre-se das comidas que estão na sua cozinha. No meio dos produtos que você compra há frutas, verduras, leguminosas, peixes e castanhas? Ótimo. Sinal de que você se alimenta bem e se preocupa com sua saúde. Mas sua dieta podeficar ainda melhor. Conhecendo as propriedades de cada alimento, dá para você planejar sua alimentação a fim de, conscientemente, ajudar a prevenir doenças que são comuns no Brasil ou na sua família. Os chamados alimentos funcionais são muito mais que um modismo ou uma forma ¿marqueteira¿ de os produtores explorarem a atual preocupação do consumidor com a alimentação. Como diz o nome, elesfuncionam de verdade.
Desde que o mundo é mundo, o homem foi experimentando, escolhendo e desenvolvendo comidinhas. Primeiro, a idéia era simplesmente encher a barriga e evitar tudo que pudesse ser nocivo imediatamente. Funcionava na base de tentativa e erro: se um barbudo do período mesolítico, há mais de 12 mil anos, comesse determinado fruto e esticasse as canelas, o resto do grupo passava a evitaresse alimento.As sociedades foram se sofisticando e com ela o cardápio, como se nota pela evolução das bebidas. O vinho é mais velho que Noé, mas foram os egípcios que começaram a apreciar suas variedades. Os etíopes descobriram o café por volta do século 8, e só dois séculos depois os árabes tornaram a bebida popular na forma de infusão. São dois bons exemplos, porque já mostram a preocupação emagradar o paladar e, ao mesmo tempo, com os efeitos do que se ingeria. O café era tomado também porque servia de estimulante, e o vinho deixava todo mundo tão alegrinho que os romanos chegaram a achar que, depois de alguns goles, a pessoa já estava enxergando melhor a verdade.
O conhecimento sobre os alimentos se acumulou ao longo dos tempos. Foi temperado pelas especiarias das grandes navegaçõesda Idade Moderna, teve contribuições das culturas milenares do Oriente, ganhou ingredientes próprios do Novo Mundo, das Américas. Ainda hoje, a sabedoria popular é rica em apontar funções para esse ou aquele chazinho, para essa ou aquela erva. Mas foi só recentemente que a ciência passou a estudar os alimentos a fundo, identificando componentes que têm ação específica para prevenir determinadasdoenças no longo prazo. Uns fornecem fibras, outros vitaminas, alguns têm minerais ou açúcares,e por aí vai, cada tipo com impacto diferente no organismo ao longo da vida.
A descoberta de que algumas comidas favoreciam a saúde aconteceu nos anos 80, quando cientistas japoneses começaram a analisar por que pessoas que incluíam determinados alimentos em sua dieta ficavam menos doentes que outras. Foiaí que nasceu o termo alimento funcional. Um exemplo de componente que faz bem à saúde é o licopeno. A substância, presente no tomate, está associada a menor risco de câncer na próstata e enfermidades cardiovasculares. A ingestão diária desse fruto ¿ sim, o tomate é um fruto ¿ tem sido indicada sobretudo para quem tem essas doenças no histórico familiar.Prevenção
Como a gama dos alimentos do planeta é enorme, nem todos foram estudados ainda, embora a ciência já saiba que muitos têm compostos que fazem bem à saúde. As certezas que já se tem são suficientes para qualquer pessoa adotar uma dieta rica em funcionais para ajudar a prevenir doenças. Pre-ve-nir. Claro que os alimentos funcionais não são garantia deque a pessoa não terá determinada doença.Primeiro, porque não adianta comer os funcionais e continuar abusando de alimentos menos saudáveis, como as carnes gordurosas ou frituras. Depois, há a questão do estilo de vida. Quem é sedentário e fuma, por exemplo, está diminuindo sua chance de ter vida longa e com saúde, não importa quanta comida boa coma todos os dias. E ainda há as predisposições...
tracking img