Takahashi (2000) divide o ambiente de negócios eletrônicos em sete possíveis aplicações ligando entre si

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1472 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
TRABALHO EM GRUPO – TG



Takahashi (2000) divide o ambiente de Negócios Eletrônicos em sete
possíveis aplicações ligando entre si:

• Governo (Government – G)
• Negócios (Business – B)
• Funcionários (Employees – E)
• Consumidores (Consumer – C)

Assim, temos G2G, B2G, G2C, B2C, B2B, B2E e C2C. Podemos observar que
governo se liga a governo, negóciose consumidores; negócios se ligam a
negócios, governo, consumidores e funcionários; e consumidores se ligam a
governo, negócios e consumidores.

Qual o motivo para funcionários (Employees – E) só terem ligação com
negócios (Business – B) e não com os outros elementos?

O atual momento histórico é marcado por inúmeras transformações, pelas quais pode-se constatar que as empresas estão cadavez mais apostando em modelos de gestão voltados para as pessoas, pois estas estão enfrentando grandes dificuldades em seu ambiente de trabalho. Desta forma as empresas perceberam a necessidade de utilizar as ferramentas de comunicação virtual anteriormente empregadas apenas em elementos externos para aumentar a satisfação, qualidade de vida e produção dos seus empregados.
É quase consenso queas empresas estejam cada vez mais apostando em modelos de gestão voltados para as pessoas, tentando tornar-se as empresas mais humanizadas, motivo pelo qual o seu capital intelectual tem sido valorizado como um dos ativos mais importantes e as mais variadas ações implantadas têm propiciado um melhor bem-estar e satisfação dos empregados, o que, consequentemente, tem promovido também um aumento naqualidade de vida articulada com o trabalho.
No que se refere à comunicação, as empresas tendem a valorizar suas relações entre parceiros e entre clientes, procurando sempre expor as novas estratégias adotadas. No entanto, essa valorização pode ofuscar a importância da difusão de informações internamente, ou seja, os executivos frequentemente estão a frente das novas iniciativas da empresa,enquanto que os funcionários, que fazem com que os departamentos funcionem eficientemente, algumas vezes são os últimos a saber dos avanços alcançados.
Para sanar essas fraquezas, emerge o conceito de B2E, que significa ‘business-to-employee’ ou ‘relação entre empresa e funcionário’, numa tradução interpretativa. Num sentido amplo, engloba tudo que uma companhia faz para atrair e manter equipes bemqualificadas neste mercado tão competitivo, como táticas agressivas de recrutamento, benefícios oferecidos, oportunidades de educação, horário flexível, etc.
No contexto atual, marcado por ambientes turbulentos e diante de mudanças que vêm ocorrendo rapidamente em todos os setores, a situação que está posta é a preocupação com os indivíduos e que passam a ser, quando comprometidos com aorganização, o diferencial competitivo de onde provém a inovação e conhecimento capazes de estabelecer este diferencial.
Business-to-employee, ou simplesmente B2E, é uma categoria de comércio eletrônico no qual o foco é o empregado, tratando das relações intra-organizacionais, da relação entre a empresa e seus empregados e destes entre si, consistindo em um conjunto de aplicações informáticas on-line quevisam facilitar a comunicação entre a organização e os seus colaboradores internos e externos. Além disso, é um meio veloz e continuado de agregar valor aos colaboradores, apreciando talentos e competências e desenvolvendo recursos de conhecimento que representam fatores de competitividade estratégica para a organização.
A estratégia B2E abrange as seguintes vertentes:
* eCompetency - Gestão deCompetências;
* eLearning - Processo de Aprendizagem;
* e-Recruitment - Processo de Recrutamento;
* Content Management - Gestão de Conteúdos;
* Web Sites;
* Knowledge Management - Gestão do Conhecimento;

É importante notar que todas as vertentes da estratégia B2E ocorre em uma aplicação denominada Enterprise Portals ou em português Portais Empresariais.
O portal...
tracking img