Sus e sua funcionalidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1020 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Tendo em vista o atual cenário de caos perante a saúde pública, nos deparamos com questionamentos sobre a real funcionalidade do sus em nosso cotidiano; bem como sabemos este sistema de saúde que fora implementado em nosso país nos fornece gratuitamente atendimento médico, além de diversas formas de prevenção a enfermidades. E este sistema é visto por muitos de uma maneira muito singular, naqual detem a opinião que o sistema é falho e que o atendimento sempre se esconde atrás de uma grande fila de espera a fim de marcar exames, ou mesmo de simples consultas com especialistas; o que nos leva a recorrer ao sistema pago de atendimento médico, os chamados convênios médicos.

Porém, o SUS é realmente tão inferior aos planos de saúde como muitas pessoas acreditam ?
De maneira alguma,realmente existem diversas áreas de oportunidade para este sistema, que hoje em dia mantém seu foco na prevenção de doenças através de campanhas diversas, distribuição gratuita de medicamentos dentre diversas outras situações; e acaba deixando o atendimento médico como uma área deficiente devido a grande espera por um atendimento ao profissional da saúde. Porém uma área que enobrece muito este sistema éa de cirurgias de alta complexidade, transplantes, cirurgias de risco etc, temos no mercado profissionais de excelente gabarito atuando nos hospitais púbicos de todo o país.
Podemos dividir a situação atual em tres partes:

A prevenção
O atendimento
A Complexidade

No primeiro instante temos a prevenção que tem sido o ponto forte deste sistema, onde se gastando pouco se consegue atender umagrande demanda de pessoas afim que que se prevenindo hoje, deixem de ser futuros pacientes de amanhã, esta é sem duvidas uma estratégia que merece reconhecimentos.

No segundo instante temos o atendimento que hoje é visto de maneira precária, devido a grandes filas de atendimento e demora para realização de exames; neste ponto temos uma grande área de oportunidade e infelimente é onde muitaspessoas formam suas opiniões, considerando que todo o sistema se resume nisso. Atualmente os planos de saúde cobram valores que chegam a passar o salário mínimo atual de nosso país para nos fornecer um atendimento profissional que temos de graça no SUS, a diferença está na velocidade que tudo é realizado, onde eles realmente ganham mais adeptos. A prevenção esta sendo realizada
por alguns planos, ondecriam grupos de caminhadas, dicas de nutricionistas etc, tudo visando que o paciente pare no primeiro estágio e não avance aos demais.. é mais eficaz prevenir do que atuar contra a doença.

No terceiro instante temos os casos complexos, e são nestes que os melhores profissionais se destacam pelo SUS, onde forncem o melhor atendimento disponível e gratuitamente; porém o numero de pessoas que chegama este ponto é consideravelmente menor que a do estagio anterior, onde formam sua opinião negativa contra o sistema.

Tendo em vista os planos de saúde x SUS, pagamos pelo atendimento rapido, pela agilidade, por menores filas; o atendimento fornecido muitas vezes é melhor no gratuito, porém não temos como esperar 2 ou 3 meses por uma consulta especializada. Diversos planos começam a pecar pelarapidez em seus atendimentos, tendo em vista a
grande demanda de adeptos, não conseguem muitas vezes comportar e os profissionais só conseguem agendamento para 30, 40 dias após o contato inicial; ou seja, temos uma situação que esta se caminhando para a situação atual do SUS, onde novamente as filas estão chegando mesmo ao serviço médico pago.

O Brasil é pioneiro neste sistema, e oferece aqualquer cidadão um atendimento pela rede; a mesma ainda nos demonstra diversos pontos positivos obtidos ao decorrer de sua história, como por exemplo:

A erradicação da poliomielite, a taxa de incidência do sarampo, difteria, coqueluche, tétano acidental, queda de casos e óbitos por tétano neonatal já observados no período de 1989 a 1993, no que concerne a endemias como malária e mesmo na...
tracking img