Sus no acre

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1792 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
O SUS que nos queremos...Alocação de Recursos Humanos de Enfermagem.
Os profissionais enfermeiros nas instituições públicas de saúde têm importante papel sobre as decisões relacionadas à assistência aos usuários do sistema único de saúde. A equipe de enfermagem é a que está mais próxima das necessidades humanas a básicas dos indivíduos do cuidar, atendidos sua pelo SUS. de

Considerando-sesistematização

necessidade

interdependência com os demais profissionais da área da saúde e suas funções como o centro das informações neste processo, torna-se tarefa difícil e árdua. Nunes, (2004) utilizando os referenciais teóricos de Ricoeur, Arendt, Rawls, Jonas e Habermas, aplicando-os ao papel efetivo das competências do enfermeiro, considera as necessidades de autonomia, beneficência,justiça, respeito à liberdade, poder, responsabilidade e ao valor da vida. Estes entram em conflito com os vários contextos gerenciais os sofrem com o poder do capitalismo, mesmo nos serviços públicos. A função gerencial do enfermeiro no Brasil é uma questão ainda mesclada por desentendimentos e incompreensões, contendo as

interpretações de administradores, “donos” do poder sobre o que deve sere conter a assistência de enfermagem em conflito com o Conselho Federal de Enfermagem sobre as necessidades mínimas de segurança e qualidade na assistência. (TREVISAN, 2002; MARCON, POLAK, MÉIER, 2005) Esta polêmica se avulta na medida em que se torna evidente a dicotomia entre o que se espera do enfermeiro na visão dos profissionais de nível médio de enfermagem, e dos pacientes e o que severifica e se pratica em suas ações cotidianas, frente às precárias condições de trabalho e pessoal escasso nas Instituições publicas de saúde. O enfermeiro deveria prender-se à função gerencial centrada na assistência ao paciente, a qual será norteada pela compreensão pelo conhecimento do paciente como pessoa e de suas necessidades especificas. O cumprimento destas ações proporcionará condições paraque este profissional deixe de ser simples executor de tarefas. Seu papel na área de atuação profissional independente depende da criatividade ao planejar,

organizar, dirigir e controlar as ações de enfermagem, ajustando princípios e medidas administrativas à solução de problemas específicos de sua área. (TREVISAN, 2002) Considerando o desenvolvimento destes princípios, citados por Trevisan,(2002) as tarefas da equipe de enfermagem compatibilizar-se-iam com Lei 7.498 de 25/06/86 que dispõe sobre a regulamentação do exercício profissional de enfermagem no Brasil. Considerando-se, ainda ser imprescindível, que não se perca de vista o código de ética e os direitos dos pacientes. (CONSELHO FEDERAL DE ENFERMAGEM, 1996) A ética profissional indispensável à prática, não se reduz à éticahipocrática dos deveres e conduta absoluta. Deve agregar valores morais, princípios, virtudes e cuidados. Temos então a necessidade de agregar de forma critica imparcial à luz da bioética o conflito, afim ajudar a analisá-lo e resolvê-lo, legitimando ou criticando a atuação do profissional enfermeiro. A falta de posicionamento crítico dos responsáveis pelas políticas publicas de saúde e do enfermeiroquanto às questões bioéticas poderá gerar vulnerabilidade da assistência prestada pelo SUS, prejudicando a assistência ao paciente, levando-o a enfrentar diariamente situações complexas como escassez de recursos humanos. Não se inicia uma organização de saúde onde o enfermeiro e a equipe de enfermagem não estejam incluídos, até porque, trata-se do maior contingente de pessoal em qualquer instituição.No entanto, em muitas situações onde decisões importantes são tomadas, estes profissionais não têm a oportunidade de participar, seja no topo da pirâmide hierárquica ou no nível intermediário. Esta problemática surgiu e perpetua-se devido à evolução biomédica quanto à tecnologia e conhecimento científico. No início da enfermagem moderna, científica, final do século IXX e início do XX, os...
tracking img