Surgimento do toyotismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2806 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Toyotismo em tempos atuais – capítulo 1

Capítulo 1 - Momento histórico e surgimento do Toyotismo

1.1 Uma época difícil – Contextualização histórica

A Segunda Guerra Mundial, foi um conflito militar que durou de 1939 a 1945, envolvei todas as potências da época, e foi dividida em duas opostas alianças, eram elas: os Aliados (União Soviética (atual Rússia), Estados Unidos e ReinoUnido) e o Eixo (Alemanha, Império do Japão e Reino da Itália). Esse conflito destruiu e/ou desestabilizou física e economicamente muitos países. Por isso, para conseguir se recuperar, varias nações precisaram de medidas rígidas de economia.
Esse desfecho quebrou por completo a economia japonesa. Foi necessário muito capital para a recuperação das cidades e do povo. Além disso, milhares de vidashaviam sido perdidas, assim, muitas empresas acabaram perdendo muitos funcionários de uma vez só. Com isso, foi preciso a contratação de emergência de muitas pessoas que não eram qualificadas para os cargos, ou seja, milhares de pessoas que nunca haviam trabalhado em fábricas em suas vidas se viam de uma hora para outra numa linha de montagem. Este fato gerou muitos custos e perdas já que foinecessário todo um treinamento de toda a nova equipe.
Além da Segunda Guerra Mundial, houve também a crise mundial do petróleo no final da década de 70. A crise se instalou após descobrirem que o produto era esgotável. O mundo acreditava, até então, que o “ouro negro” era inesgotável e isso fazia com que seu uso era completamente indiscriminado e seu preço bem acessível. Depois da descoberta que sim, oproduto é esgotável, o valor do barril triplicou em pouco mais de sete anos.
Após o final da batalha em 1945, economia japonesa já havia caído muito. Para se ter uma ideia, nos períodos de alto crescimento o “ciclo usual de negócios consistia de dois ou três anos de prosperidade, com, no máximo, seis meses de recessão” (OHNO: 2006, p. 24), muitas vezes essa prosperidade durava mais de trêsanos.
De acordo com Ohno, o que houve após o conflito foi exatamente o contrário:

“O crescimento lento, no entanto, reverte este ciclo, uma taxa econômico anual de 6 a 10% dura no máximo de seis meses a um ano, ocorrendo nos dois ou três anos seguintes pouco ou nenhum crescimento, ou até mesmo um crescimento negativo”. (OHNO: 2006, p. 24)

2.2 A necessidade é a mãe da invenção – A superaçãodo Fordismo

Esses fatos fizeram com que o Japão entrasse em recessão, um período muito difícil para o país. Seu crescimento estava abaixo de zero e a economia afundava mais a cada dia que passava. Nesse momento, em que não havia crescimento, ficou bastante claro para a empresa que o sistema de produção usado até então, o sistema de produção em massa americano, não funcionava mais. Porém, nãopodemos nos esquecer que esse método foi usado por um grande tempo e trouxe muito progresso para os japoneses.
Este sistema tem como conceito a produção e o consumo em massa. Seu foco é a indústria automobilística. Caracteriza-se também pela separação das funções de um funcionário, neste momento, um operário apenas tem uma tarefa a desempenhar. A administração nesse sistema era completamentecentralizada, ou seja, as ordens vinham de cima para baixo.(JR.:1992, p.4)
Ohno, porém, diagnosticou falhas nesse sistema. Fabrica-se grande quantidade de poucos produtos. Ou seja, pouca variedade. Todos os funcionários têm apenas uma atividade e não tem mobilidade de um lugar para o outro. Começam e terminam o dia fazendo a mesma coisa. Nesse método, só se aprende a sua função, se algumfuncionário falta, ou precisa deixar a fábrica, um grande problema se instala. Se algum problema acontece, se alguma máquina quebra ou apresenta algum defeito, toda a linha de montagem para, até que o problema seja resolvido. Há um enorme estoque, onde todas as peças produzidas ficam guardadas para posteriormente serem usadas na produção final dos carros e equipamentos. Os funcionários não se sentiam...
tracking img