Staphilococcus aureus

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1149 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Acidentes Radioativos


França, 23 de julho de 2008

➢ Durante uma operação de manutenção realizada em um dos reatores da usina nuclear de Tricastin, no sul da França, substâncias radioativas vazaram, contaminando muito levemente uma centena de empregados. Segundo autoridades francesas, as substâncias chegaram a atingir dois rios próximos ao local. Autoridades chegaram a proibiro consumo de água e a prática de pesca e esportes nos rios.
Bibliografia: books.google.com.br/books?hl=pt-BR&lr=&id=iq3McLr6jgUC&oi=fnd&pg=PA7&dq=acidentes+radioativos&ots=elfsiVGjRW&sig=aR3pgrKBAk2L2Hhht1dLIB9MlII#v=onepage&q=acidentes%20radioativos&f=false


➢ Acidente de Theree Mile Island





Como o acidente na usina de Three Mile Island mudou a trajetória da energianuclear


Como o acidente na usina de Three Mile Island mudou a trajetória da energia nuclear

Antes do colapso dos reatores de Fukushima, em março, e da catástrofe de Chernobyl, em 1986, a usina de Three Mile Island, na Pensilvânia, redefiniu os rumos da exploração da energia nuclear nos Estados Unidos. Após o acidente de 1979, o programa atômico local foi praticamente congelado por trêsdécadas e suas consequências ecoaram por todo o planeta. Assim como o tsunami japonês hoje mergulhou os investimentos mundiais do setor na incerteza, Three Mile acendeu o debate sobre o legado atômico, ainda que com fins pacíficos. A então "energia do futuro" escancarou seus riscos e ganhou contornos de "força diabólica" em 28 de março.

Às 3h53 daquela quarta-feira, parte dos moradores da cidade deHarrisburg acordou com um barulho ensurdecedor. Lembrava o som de uma chaleira, mas era tão potente quanto o de um jato decolando. Vinha da usina na ilha de Three Mile, no rio Susquehanna. Abaixo dos condensadores de 57 m de altura, na sala de controle do complexo, quatro funcionários tentavam se manter acordados com café, observando as 1,2 mil luzes indicadoras do painel central, que tomava trêsparedes. Involuntariamente, eles transformariam uma falha mecânica num incidente muito mais sério.

As torres de condensação durante o evento: erro agravou o problema (Foto: Corbis/LatinStock)

Toda usina nuclear é, em verdade, um grande motor a vapor. Durante a operação normal, a temperatura do reator nuclear é mantida sob controle pela água (ou outro elemento que favoreça a refrigeração) -pense numa panela de pressão no fogo: enquanto há alguma coisa dentro dela, o calor é transferido para o que está sendo cozido e a temperatura se mantém constante. Mas, se a panela ficar vazia, ela superaquece e pode acabar destruída. As bombas de água de Three Mile falharam por motivos ainda hoje desconhecidos. (As de Fukushima, coincidentemente, estão no centro da crise no Japão.) Medidas desegurança faziam com que muitas funções da usina fossem automáticas e a turbina parou de pronto. O acúmulo de vapor elevou a pressão, uma válvula automática se abriu e o liberou a cerca 100 kg por cm2. Foi esse o estrondo ouvido pelos vizinhos. Em oito segundos, o reator foi desligado também automaticamente, usando varetas de segurança, de material que absorve radiação, encaixando-se entre as varetasde combustível nuclear - bloqueando a reação em cadeia. Mas o efeito não é imediato, e o calor residual precisa ser contido por água ou por um fluido refrigerante especial. A bomba de fluido estava em manutenção e, mesmo sendo ativada como o esperado, o material não chegou ao reator. A válvula de emergência permaneceu aberta e ele perdeu ainda mais água.

Decisão errada

A equipe da usina fez oque pôde para tentar controlar a situação. O painel piscava insistentemente e alarmes tocaram, mas as informações que os funcionários recebiam eram confusas. Não sabiam da válvula aberta nem tinham nenhum indicador do nível de água ou fluido refrigerante dentro do reator. Assim, usaram os medidores de pressão para julgar a situação - como a pressão continuava a subir, concluíram que havia...
tracking img