Soviologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3522 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Exame de Admissão de História - 2006

1

2

Página 1 de 8

A convenção de 1909, assinada entre as autoridades coloniais portuguesas em Moçambique e as
autoridades do Transvaal, culminaram com as seguintes disposições:
A. Introdução do sistema de pagamento diferido
B. Redução do número de emigrantes moçambicanos nas minas do Transvaal
C. Proibição a WENELA do recrutamento para além doparalelo 22º
D. Garantia o monopólio do recrutamento de mão de obra moçambicana à WENELA, que podia actuar nas
zonas moçambicanas sob o controlo governamental
A concorrência pela obtenção de mão de obra para a indústria mineira levou a formação da
WENELA, uma agência de recrutamento de trabalhadores nos países vizinhos, principalmente na
Niassalândia e regiões de Moçambique a sul do Save. Apreferência pelos trabalhadores destes
territórios é justificada
A. Pela preguiça dos trabalhadores sul africanos
B. Pelo espírito de orgulho e exigência de salários altos por parte dos sul africanos
C. Pela condição de estrangeiro e de marginalização que forçava os trabalhadores estrangeiros também a
aceitar salários mais baixos e trabalhos mais pesados e perigosos.
D. Escassez de mão deobra qualificada na África do Sul

3

Entre as empresas recrutadoras de mão de obra, qual delas manteve o monopólio até meados dos
anos 60 e a que organização pertencia?
A. WENELA que pertencia à Câmara das Minas
B. ALGOS que pertencia à CAMON
C. Câmara das Minas que pertencia à WENELA
D. WENELA que pertencia à ATAS

4

A intensificação do cultivo do algodão em Moçambique levou a que ogoverno de Lisboa instituísse:
A. a Junta de Exportação de Algodão
B. a Junta Autónoma de Estadas
C. o Instituto de Investigação Agronómica
D. o Instituto do Algodão

5

O período entre 1930 e 1960 é considerado de "Auge do Colonialismo" em Moçambique. Duas das
principais decisões iniciais do Nacionalismo Económico português em Moçambique foram:
A. O estabelecimento dos planos de fomentoe a instalação da PIDE em Moçambique
B. A introdução do imposto da palhota e do trabalho forçado (chibalo)
C. A abolição do estatuto de indigenato e das culturas forçadas
D. A centralização administrativa e política e a redução dos direitos das companhias não portuguesas

6

Em meados de 1983, pouco depois do 4º Congresso do Partido Frelimo, o Governo Central
desencadeou a "OperaçãoProdução". Dentre outros tinha 2 principais objectivos:
A. Reduzir o desemprego e as opressões sobre o abastecimento alimentar das cidades, e ajudar a aliviar a
escassez de mão de obra que afectava a produção das machambas estatais
B. Obrigar aos desempregados a trabalhar no campo e a combater a criminalidade
C. Acabar com a criminalidade e violência nas cidades bem como facilitar o recrutamento parao serviço
militar obrigatório
D. Arranjar formas de aumentar a produtividade nas machambas e reduzir drasticamente o índice de pobreza
em Moçambique
Para diminuir os custos directos da ocupação militar e administrativa, Portugal optou por ceder a
província de Nampula e o território do Sul do Rio Save (Maputo, Gaza e Inhambane) à:
A. Companhia do Niassa
B. Companhia de Moçambique
C.Administração conjunta do estado português e de companhias que arrendaram os antigos prazos
D. Administração directa do estado português

7

8

Os nomes das unidades etno-linguisticas de Moçambique surgiram em períodos diferentes. Os
nomes ‘Chopi’ e ‘Ndau’, por exemplo, surgiram por volta de
A. 1590
B. 1640
C. 1830
D. 1890

Exame de Admissão de História - 2006

Página 2 de 8

9Devido a migrações internas que tiveram lugar entre os finais do século XIX e princípios do XX, os
limites dos grupos etno-linguísticos mudaram, havendo até casos em que grupos já estabelecidos
foram substituídos por outros. Como exemplo, pode-se citar a substituição, em Maua e Majune,
distritos da província do Niassa, dos Yao (Ajaua) pelos:
A. Nsenga
B. Makonde
C. Tawara
D. Makhuwa

10...
tracking img