Solos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (278 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Prós e Contras da utilização das energias renováveis
A generalização da utilização das energias renováveis confronta-se com os seguintes obstáculos:
- os custos de investimento são elevados e osperíodos de recuperação muito longos; 
- os diferentes factores envolvidos na tomada de decisões que afectam o sector das energias renováveis conhecem mal o potencial destas; 
- uma atitude deresistência geral às mudanças; 
- os problemas técnicos e económicos de ligação às redes de electricidade centralizadas não têm actualmente solução; 
- existem dificuldades associadas às flutuaçõessazonais de certas energias (eólica e solar); 
- algumas energias (os biocombustíveis) requerem uma infra-estrutura apropriada. 
a passagem da fase de ensaios em laboratório para a demonstração comprotótipo em mar real é fortemente dispendiosa, requer uma longa preparação e envolve riscos de várias ordens.
- o desenvolvimento dum sistema do tipo em questão, passando pelo projecto construção eoperação de protótipo, até ao limiar da comercialização, requer a participação e coordenação duma equipa multidisciplinar, envolvendo empresas e instituições de I&D. Existe pouca experiência e tradiçãode empreendimentos deste tipo em Portugal.

Vantagens de se recorrer às fontes de energia renováveis:
- é consentâneo com a estratégia global de desenvolvimento sustentável; 
- permite reduzir adependência da União Europeia das importações de energia e assegurar assim a segurança do aprovisionamento; 
- contribui para melhorar a competitividade global da indústria europeia; 
- temefeitos positivos no desenvolvimento regional e no emprego; 
- a opinião pública é favorável. 


Situação actual: a União Europeia possui um forte potencial no domínio das energias renováveis, queexplora de forma desigual e insuficiente. Este sector, particularmente sensível às evoluções políticas, representa actualmente 6% do consumo energético interno bruto e poderá representar 7,4 a 9% em...
tracking img