Sociologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (764 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS
DISCIPLINA: ANTROPOLOGIA
PROFESSORA:
CURSO: BACHARELADO EM SERVIÇO SOCIAL




PESQUISA DE CAMPO







Salvador
2011





PESQUISA DE CAMPOPesquisa apresentado ao Curso de Bacharelado em Serviço Social a Distância como parte da exigência da disciplina Antropologia
Professor Formador: Karen Sasaki
Professor Tutor TD: MesquiadesS.A. Neto






Salvador
2011


1.INTRODUÇÃO

Dizem que a família é a base da sociedadee há algum tempo o que se tem visto pelo mundo, principalmente no Brasil são diversas configurações do que vem a ser essa instituição social composta por pessoas ligadas por laços biológicos ouafetivos .Quando se pensa na palavra família o que lhe vem a cabeça?Pode parecer confuso para quem tenta definir no dia de hoje, o que vem a ser família.A cada dia é mesmo raro de se encontrar omodelo de família institucionalizado no ocidente.A imagem tão difundida e engessada na cabeça do povo brasileiro.Em um país em que reinou por décadas a cultura da novela, em que o pai , a mãe ,osfilhinhos e o bicho de estimação, são exemplo da família feliz e realizada.
Os tempos mudaram e as culturas também, e graças a diversidade de fontes de informações nos dias de hoje, diversos formatos quenão condizem com o clássico formato de família, se tornaram mais visíveis e aceito aos olhos da sociedade. Em primeiro lugar, não conseguíramos dizer o que é uma família normal.
Remete-nos aomodelo de família moderna, notadamente pautado no padrão norte americano dos anos cinqüenta.Que seria: um pai que se dedica ao trabalho,uma mãe que cuida da casa,um casal de filhos e um cachorro bacanaandando pela casa.Todos felizes e contentes.Essa idéia de família mononuclear é um ideal burguês.
E com o advento da contemporaneidade, o que temos testificado, é uma família polinuclear ,não...
tracking img