Sociologia e filosofia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 35 (8620 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
193
1 Endereço: Departamento de Psicologia - Rua Marquês de São Vicente,
225 – Gávea - 22543-900 Rio de Janeiro – RJ - E-mail: anicol@psi.pucrio.
br
Psicologia: Teoria e Pesquisa
Mai-Ago 2002, Vol. 18 n. 2, pp. 193-202
Revoluções Tecnológicas e Transformações Subjetivas
Ana Maria Nicolaci-da-Costa1
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
RESUMO: Muitos psicólogos achamdifícil acreditar que as tecnologias digitais, e principalmente a Internet, possam gerar
mudanças na organização subjetiva de homens e mulheres contemporâneos. Paradoxalmente, estes psicólogos reconhecem
que a organização subjetiva característica dos séculos XIX e XX – a do indivíduo – emergiu como resultado das mudanças
desencadeadas pela Revolução Industrial. Por isso mesmo, este trabalho examinaos aspectos que a Revolução das Tecnologias
da Informação e a Revolução Industrial têm em comum. Explora, principalmente, as conseqüências humanas de ambas procurando
tornar claro que algumas tecnologias podem gerar profundas transformações subjetivas, cuja compreensão é fundamental
para a psicologia.
Palavras-chave: transformações subjetivas; tecnologia; Internet; Revolução Industrial;Revolução das Tecnologias da Informação.
Technological Revolutions and Subjective Transformations
ABSTRACT: Many psychologists find it hard to believe that the new digital technologies, and mainly the Internet, may be
transforming the subjective organization of contemporary men and women. Ironically, these psychologists admit that the
subjective organization characteristic of the 19th and 20thcenturies – that of the individual – emerged as a result of similar
changes introduced by the Industrial Revolution. For this reason, the present paper analyzes the aspects that the Information
Technology Revolution and the Industrial Revolution have in common. It focuses on the human consequences of both in order
to show that some technologies can cause deep subjective transformations, whoseunderstanding is fundamental to psychology.
Keywords: subjective transformations; technology; Internet; Industrial Revolution; Information Technology Revolution.
radicais. Em outras palavras, embora seja fácil detectar que
novas tecnologias têm o poder de alterar nossos hábitos e
nossas formas de agir, é bem mais difícil registrar que algumas
tecnologias também podem alterar radicalmente nossosmodos de ser (como pensamos, como percebemos e organizamos
o mundo externo e interno, como nos relacionamos
com os outros e com nós mesmos, como sentimos, etc.).
Do ponto de vista da psicologia, essa dificuldade tornase
particularmente preocupante em um momento ímpar,
como o que estamos vivendo neste início do século XXI, em
que as novas Tecnologias da Informação2 se expandem, penetramtodo o tecido social e transformam o planeta na Aldeia
Global preconizada por Marshall McLuhan (ver
McLuhan e Powers, 1986). Preocupante porque, embora seja
visível para praticamente todos que tudo está mudando muito,
e numa velocidade assustadora, não parece ser tão visível,
para muitos profissionais que se dedicam a diversos tipos
de atendimento psicológico, que nós – os homens e
mulheresdesta virada de século e de milênio – também
estamos passando por transformações internas radicais em
função de nossa exposição a essas novas tecnologias.
Todos reconhecemos que inovações tecnológicas dos
mais variados tipos introduzem transformações em nossas
vidas. Além das transformações que presenciamos em primeira
mão, somos capazes de ter acesso a inúmeras outras
quando estabelecemoscontato, por meio de relatos dos mais
velhos, livros, filmes, viagens, etc., com os modos de vida
de épocas e lugares em que uma ou outra tecnologia ainda
era desconhecida. Esse tipo de contato com o antes de determinada
tecnologia, torna fácil perceber as transformações
por ela geradas no depois.
Quem não sabe que, antes da energia elétrica, a família
se reunia ao redor do piano? Quem...
tracking img