Sistema de bombeio submarino do campo de jubarte

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 58 (14344 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Centro Universitário Vila Velha
Espírito S anto

CENTRO UNIVERSITÁRIO VILA VELHA CURSO DE ENGENHARIA DE PETRÓLEO

GELSON HERALDO NICO FILHO

SISTEMA DE BOMBEIO SUBMARINO DO CAMPO DE JUBARTE

VILA VELHA 2007

GELSON HERALDO NICO FILHO

SISTEMA DE BOMBEIO SUBMARINO DO CAMPO DE JUBARTE

Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Curso de Engenharia de Petróleo do CentroUniversitário Vila Velha, como requisito parcial para obtenção do Grau de Bacharel em Engenharia de Petróleo. Orientador: Prof. M.Sc. Henri Fiorenza de Lima.

VILA VELHA 2007

GELSON HERALDO NICO FILHO

SISTEMA DE BOMBEIO SUBMARINO DO CAMPO DE JUBARTE

Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Curso de Engenharia de Petróleo do Centro Universitário Vila Velha, como requisito parcial para aobtenção do Grau de Bacharel em Engenharia de Petróleo. Aprovado em Vila Velha, 07 de novembro de 2007.

COMISSÃO EXAMINADORA

___________________________________________ Prof. M.Sc. Henri Fiorenza de Lima Centro Universitário Vila Velha Orientador ___________________________________________ Prof. M.Sc. Francisco Augusto Tavares Borges Centro Universitário Vila Velha___________________________________________ Eng. M.Sc. Cézar Augusto Monteiro Siqueira Gerente Setorial de Elevação e Escoamento PETROBRAS/UN-ES/ATP-JUB-CHT/EE

A Deus por ter me dado forças para chegar até aqui. À minha esposa Tássia por estar sempre ao meu lado nos momentos em que precisei. Aos meus pais e toda minha família que sempre acreditaram em mim.

AGRADECIMENTOS Ao Prof. Henri Fiorenza de Lima, pelo incentivo,seriedade e disposição com que orientou este trabalho. Aos colegas Cézar Augusto Monteiro Siqueira, Giovani Colodette, Alessandro Almeida Santos e todos da gerência de Elevação e Escoamento de Jubarte, pela receptividade, paciência e colaboração no desenvolvimento desse trabalho. Aos colegas da Plataforma de Cação, que me incentivaram bastante e que estavam sempre a disposição para me ajudar. Atodos os professores do curso de Engenharia de Petróleo da UVV, dos quais tive o privilégio de adquirir conhecimentos que levarei por toda a minha vida.

"É melhor tentar e falhar, que preocupar-se e ver a vida passar. É melhor tentar, ainda que em vão, que sentar-se fazendo nada até o final. Eu prefiro na chuva caminhar, que em dias tristes em casa me esconder. Prefiro ser feliz, embora louco,que em conformidade viver..." Martin Luther King

RESUMO
Este trabalho descreve todas as fases do Plano de Desenvolvimento do Campo de Jubarte, e apresenta o método de elevação artificial conhecido como Bombeio Centrífugo Submerso Submarino BCSS, explicando como o mesmo está inserido nesse Plano. Aborda, também, suas aplicações, características, dimensionamento, partes integrantes e novossistemas desenvolvidos pela Petrobras que estão sendo testados atualmente, entre eles o BCSS de alta potência e alta confiabilidade, instalado dentro de poço e o Alojador de Bomba no Leito Marinho (ABLM) com o seu respectivo Módulo de Bombeio (MOBO). O desenvolvimento dessas tecnologias permitiu que no caso de uma eventual falha do equipamento, a produção do poço não cessasse, pois também seria possíveloperar por meio do gas lift contínuo (GLC). Para isso, os poços foram equipados com mandril e válvula operadora. A utilização desse tipo de método de elevação artificial foi escolhida devido às características dos fluidos produzidos em Jubarte e pelo fato dos métodos por bombeamento apresentarem uma capacidade de elevação superior aos demais. O desenvolvimento do ABLM e do MOBO busca a redução decustos na intervenção dos poços. Já a utilização do gas lift como método alternativo visa à redução das perdas de produção em caso de falha do BCSS. Foram realizadas várias simulações em um poço fictício com características semelhantes aos do Campo de Jubarte e os resultados servem para uma comparação desse método com o gas lift contínuo, exemplificando que tanto o BCSS convencional instalado...
tracking img