Sintese de emilie durkheim

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (525 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE DA AMAZÔNIA – UNAMA
Instituto de Ciências Jurídicas
Curso de Graduação em Direito

Resumo do estudo de Èmile Durkheim,
apresentada à Prof.ª Maria de Fatima da Fonseca,
da DisciplinaSociedade e Direito – para
obtenção de nota parcial da 1ª NI.

TURMA: 1 DIV 1

ALUNO: Jhonnatan Cavalcante do Espirito Santo

Belém, 05 de outubro de 2012.
ÈMILE DURKHEIM
Para Durkheim o objeto daSociologia sobre os quais o sociólogo deveria se debruçar eram os fatos sociais. Estes possuem três características:
1. Coerção Social: é a força que os fatos exercem nos indivíduos, direcionando-os aconformarem-se com as regra existentes na sociedade, sem direito de escolha ou vontade própria.
2. Exteriores aos indivíduos: os fatos sociais já existem na sociedade e atuam sobre os indivíduosindependentemente de vontade ou adesão.
3. Generalidade: todo fato que se repete em todos os indivíduos ou na maioria é social.

Após caracterizar os fatos sociais, Durkheim preocupou-se com a condutanecessária ao cientista e, como um positivista, diz que deve manter-se distante e neutro para desenvolver explicações cientificas. Encarando os fatos sociais como coisas, o sociólogo poderia observar,medir e compara-los, descartando a consciência individual dos membros da sociedade, assim identificando os fenômenos que apresentam características exteriores e comuns.
A finalidade da Sociologia eraexplicar a sociedade e encontrar soluções para os estados patológicos da vida social, buscando a normalidade. Esta representa o consenso social a respeito de determinada questão. Tem-se como normal ofato que esta no limite dos valores e condutas aceitas pela maioria da sociedade e como patológico os fatos que põem em risco a harmonia social.
Em sua teoria Durkheim diz que mesmo existindo aconsciência individual em cada um, podem-se notar, no interior da sociedade, padrões de conduta e pensamento, a consciência coletiva, que “forma um sistema determinado com vida própria” (Durkheim, Èmile;...
tracking img