Seninario

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2173 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
COMO TRABALHAR COM PESSOAS COM NECESSIDADES
EDUCACIONAIS ESPECIAIS NA ALFABETIZAÇÃO

A Educação Especial Sob a Ótica de Vygotsky

Segundo Furtado (2007, p. 70), o interesse de Vygotsky em estudar crianças com necessidades especiais surgiu por volta de 1924, quando fez sua primeira publicação na área da defectologia. Na época, esse termo era utilizado para a ciência que estudava criançascom vários tipos de deficiência.
Com um pensamento crítico e inovador, Vygotsky propôs um estudo das crianças com necessidades especiais a partir de suas interações sociais e não de suas carências orgânicas, ou seja, a partir do desenvolvimento histórico–cultural. Desta forma, a deficiência orgânica é um mero fato biológico que cria certas limitações consideradas secundárias e que não afeta odesenvolvimento psicológico diretamente (FURTADO, 2007, p. 70). A teoria histórico-cultural de Vygotsky evidencia a interação do sujeito com o meio que o cerca. Nessa perspectiva, o indivíduo, na sua relação social com o outro, apodera-se do conhecimento desenvolvido ao longo de um processo que é histórico. Sendo assim, os significados culturais que constituem um indivíduo ocorrem a partir do momentoem que as ações do mesmo passam a ter importância para ele e o outro (SÃO PAULO, 2007). Melhor dizendo, a necessidade especial em si não gera conseqüências tão negativas quanto as que podem sobrevir da necessidade de socialização. Embora a existência de uma necessidade orgânica possa limitar e rotular uma pessoa, constituindo um fator negativo, certos recursos e adaptações no ambiente social eeducacional podem promover a maximização do potencial da mesma.
Por exemplo, a surdez não era considerada por Vygotsky uma deficiência tão grave, a não ser que a falta da fala privasse a criança de contatos e experiências sociais (HOGETOP, 2003, p. 44). Vygotsky argumenta em uma de suas declarações que a aprendizagem da escrita Braille não difere, em princípio, da aprendizagem da escrita normal,visto que, a aprendizagem de ambas as escritas baseia-se na conjugação múltipla de dois estímulos do
reflexo condicionado (VEER; VALSINER, 2001, p. 77). Em outras palavras, o fato do individuo estar desprovido dos sentidos da visão, não implica que o mesmo seja incapaz de aprender a ler e escrever. No caso, o olho não é nada
mais que um instrumento para tal atividade e que pode muito bem sersubstituído por outro instrumento. Sendo assim, a pessoa com necessidade visual obtém informações do mundo através das sensações táteis e aprende a ler com as mãos os pontos convexos da cela Braille.
Esse sistema de escrita e leitura foi desenvolvido para suprir a comunicação de pessoas com deficiência visual, favorecendo também o seu ensino-aprendizado. Vale salientar que uma das idéias fundamentais dateoria histórico-cultural é a de que cada indivíduo é único, logo, seu desenvolvimento também. Nesse aspecto, o processo de desenvolvimento do ser humano é constituído por fases e estágios que apresentam uma estrutura orgânica e psicológica específica. Evidentemente, a pessoa com necessidades educativas especiais também apresenta um desenvolvimento único e particular. Portanto,
Descarta - se apreocupação com o que a PNEE não consegue fazer, direcionando as atenções para tudo o que ela pode praticar sob bons métodos pedagógicos (FURTADO, 2007, p. 70). Vygotsky defende que as crianças com necessidades educativas especiais devem interagir com crianças normais. Percebe-se que as idéias do autor podem ser consideradas inclusivistas, já que em suas declarações diz que a escola especial ésegregadora e anti-social,
ou seja, não respeita e não atende os diversos alunos e suas diferentes necessidades educativas especiais e favorece a discriminação (FURTADO, 2007, p. 70). São diversos os pontos de vista sobre a inclusão. Para Booth e Ainscow (2002, p 9), a inclusão está relacionada a mudanças e envolve um processo contínuo do desenvolvimento da aprendizagem e participação de todos....
tracking img