Senhor

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5862 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de maio de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Resumo “COMO LIDAR COM PESSOAS DIFÍCEIS»
 (Alan Houel & Christian Godefroy)
 
INTRODUÇÃO
 Como a vida seria fácil se não tivéssemos que lidar com pessoas difíceis! Os relacionamentos seriam harmoniosos e haveria mais justiça e tolerância no mundo. Há algo que possamos fazer para conseguir o que queremos, mesmo de pessoas difíceis? Existem alguns segredos para tornar as relações humanasmais harmoniosas e efetivas, mesmo surgindo pessoas difíceis no meio do caminho? Estejamos falando sobre a vida diária, sobre nossas relações pessoais ou íntimas, sobrefamília ou trabalho, sempre é util saber como lidar com pessoas difíceis para podermos nos comunicar e viver o melhor possível. Por meio da harmonização de nossos relacionamentos nós nos afirmamos e desenvolvemos nossa própriapersonalidade e permitimos que, ao mesmo tempo, os outros também façam o mesmo.
OS PRINCIPAIS TIPOS DE PESSOAS DIFÍCEIS
Pessoas difíceis de lidar podem ser classificadas em alguns tipos principais. Você irárapidamente perceber que vem lidando com alguns deles em situações comuns. 1-
Os tipos que agridem
- Essa categoria inclui comportamentos hostis, que desejam machucar, sersarcástico, não cooperar, ser arrogantes e que julgam saber tudo. A pessoaagressiva tenta dominar. Ela não hesitará em recorrer a um insulto e, ao contrário do ditado popular- cão que ladra não morde -, não hesitará em te apunhalar pelas costas se isso servir ao seu s interesses. Essas pessoas são peritas em autodesignação e, por causa de seu orgulho, recusam-se a admitir que não saiba tudo o que há para saber. 2-
Os tiposque reclamam
- Você é íntimo dos que reclamam, resmungam e de outros tipos negativos - certamente há alguns entre os seus conhecidos. De acordo com essas pessoas, a única coisa que a vida tem a oferecer, é má sorte. Sua principal característica é gostar de reclamar - achara solução para sua desgraça eliminaria a razão primária de sua existência! Sua única missão parece ser jogar um balde de águafria em qualquer um que demonstre entusiasmo por alguma coisa. O problema é que sua atitude é tóxica: sua doença é contagiosa - e, portanto, perigosa. 3-
Os tipos fechados
- Este último tipo é como um molusco, que não diz nada ou, no máximo, fala sobre o tempo - sem dizer o que pensam ou sentem. Essas pessoas limitam sua comunicação a gemidos e grunhidos. Num dia especialmente bom, você podeconseguir arrancar-lhes um "sim" ou um "não".
FORÇAS QUE DETERMINAM A PERSONALIDADE
 Se você cresceu em uma atmosfera calorosa e amorosa, é mais propenso a esperar que os outros gostem de você e nunca será mesquinho com seu afeto. Similarmente, se cresceu com uma privilegiada situação econômica, tem muito menos chances de se tornar um miserável. No entanto, se sua família não demonstrava muitocarinho, isso não significa que você seja incapaz de sentir ou expressar amor - isso apenas quer dizer que será mais difícil amar a si mesmo e aos outros. Nem quer dizer que, só porque você ganhou seu dinheiro com seu próprio talento e foi uma criança pobre, irá se tornar automaticamente um miserável. Longe disso! Mas sua atitude com as classes privilegiadas tende a ser diferente. Se você sempre foiincentivado e apoiado em suas tentativas, qualquer que elas tenham sido,então, provavelmente, tem uma boa dose de autoconfiança. Você sabe seu valor e é consciente de suas capacidades intelectuais e certamente não se encaixa na categoria de vítima eterna. Por outro lado, se as pessoas importantes para você sempre o põem para baixo ou não confiam na sua inteligência, então, provavelmente, será umavítima perfeita para as pessoas difíceis. Você tem problemas em se afirmar e sempre tenta se colocar por cima da situação - sem necessariamente ter sucesso. O modelo que você escolhe seguir, consciente ou inconscientemente, também exerce mim, portanto influência no seu comportamento. Na primeira infância, você provavelmente se moldou sobre um de seus pais e, inconscientemente, o imitou. Um...