Selenaspidus articulatus

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1033 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA – UEPB
CAMPUS I – CAMPINA GRANDE
CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE
DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS
CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS









Selenaspidus articulatus
Cochonilha-pardinha




DISCENTE: RAYSSA SOARES DA SILVA





















Campina Grande – PB
Junho de 2012
[pic]UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA – UEPB
CAMPUS I – CAMPINA GRANDE
CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE
DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS
CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS









Selenaspidus articulatus
Cochonilha-pardinha


























Campina Grande – PB
Junho de 2012

Selenaspidus articulatus (Morgan, 1889)

Ascochonilhas são pequenos insetos, de apenas alguns poucos milímetros e que pertencem à Ordem Hemiptera (a mesma em que estão incluídos os percevejos, as cigarras, as cigarrinhas e os pulgões). Existem cerca de 2000 espécies de cochonilhas no mundo, sendo que pelo menos de 350 espécies ocorrem no Brasil.
Esses pequenos insetos são estritamente insetos sugadores de seiva vegetal que atacam numerosasespécies de plantas, principalmente as perenes. Sugam a seiva principalmente das folhas, frutos e ramos de suas plantas hospedeiras, algumas espécies também atacam o tronco e as raízes. Além da sucção da seiva, as cochonilhas são capazes de inocular toxinas presentes na saliva. Secretando substâncias açucaradas atraem formigas, que as defendem contra a ação dos inimigos naturais. Essas substânciasfavorecem o desenvolvimento do fungo preto da “fumagina”, o Capinodium sp que, recobrindo a superfície de folhas e ramos, dificulta a transpiração e a fotossíntese da planta. Plantas atacadas intensamente por cochonilhas ficam enfraquecidas e passam a apresentar baixa produtividade e, em casos mais severos, podendo morrer.
As cochonilhas podem ser divididas em dois grupos: as que possuem carapaça e asque não a possuem. As com carapaça pertencem à família Diaspididae e se caracterizam por apresentar um escudo protetor que recobre o corpo. Essas placas são constituídas pelos restos do exoesqueleto do inseto que permanecem a cada muda. Aquelas sem carapaça estão classificadas em diferentes famílias e têm o corpo revestido por uma camada cerosa, que em algumas é formada por filamentos (no caso dogênero Ortezia) ou por uma placa (como nos gêneros Saissetia e Coccus).
Uma das espécies de cochonilha encontrada no Brasil é a Selenaspidus articulatus (Morgan, 1889). Sendo originalmente denominada de Aspidiotus articulatus, tem provável origem nas regiões tropicais do Novo Mundo (FERRIS, 1938).
A cochonilha pardinha, como é chamada popularmente, foi registrada no país, primeiramente, noPará (SILVA et al, 1968). No entanto, só começou a se tornar praga séria a partir de 1981, quando se observou intensa infestação na região citrícola de Bebedouro, SP.
Esta espécie de cochonilha apresenta metamorfose incompleta. Seus ovos apresentam coloração amarela clara, sendo de forma oval e aplanada, de uns 200μm de diâmetro (BARTRA, 1974). Enquanto ainda na fase de ninfas, elas caminham pelaplanta durante um curto período de tempo, fixando-se posteriormente em raízes, troncos, ramos, folhas ou frutos. Geralmente, o dano maior é causado pela ação das fêmeas, os machos adultos são alados e normalmente não se alimentam, vivendo praticamente apenas para reproduzir. Em condições de temperatura e umidade relativa maiores ou menores que 25°C e 70%, há prolongamento da duração do ciclo vital,bem como aumento da mortalidade na fase imatura, o que indica serem essas as condições ideais para e desenvolvimento dessa espécie de cochonilha.
Esses insetos são polífagos e alimentam-se de uma grande variedade de espécies botânicas. Este é um dos fatores de sucesso para essa praga, diversidade alimentar. A cochonilha-pardinha tem como hospedeiro 23 tipos botânicos. São eles: Anacardium...
tracking img