Rosa luxemburgo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (438 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Rosa luxemburgo (1871-1919)

Militante ativa e inteligente, teve deixar a polônia aos 18 anos para evitar ser presa e foi para Zurique. Em 1898, se para a Alemanha.

A partir de então, setornaria figura destacada nos importantes debates travados dentro do socialismo europeu. Destacou-se de imediato por ocasião da controvérsia revisionista com a obra "reforma social ou revolução". A melhorContestação marxista ao reformismo. Enquanto o capitalismo persistisse, afirmou rosa, suas crises e contradições nao poderiam ser vencidas e, afirmar o contrario, significava extirpar o próprio domarxismo, negando os fundamentos do objetivos do projeto socialista e convertendo-o numa utopia abstrata.

Por isso, o movimento dos trabalhadores jamais deveria perder de vista seu fim ultimo: aconquista do poder pela revolução

Na obra "questões de organização da social democracia russa" (1904), rosa interveio no debate entre LENIN e os mencheviques , criticando o primeiro por sua concepção deum partido de vanguarda muito centralizado, sendo uma tentativa de exercer tutela sobre a classe operaria.

Os temas de toda a produção de rosa luxemburgo eram a iniciativa independente, o movimentoespontâneo dos trabalhadores, a sua capacidade de aprender com a própria experiência e sua consequente necessidade de uma organização democrática de bases amplas.

Rosa propôs ainda a greve demassas como a forma por excelencia da revolução proletária.

- Eduard bernstein (1850-1932)

Entre 1896 e 1898, bernstein procurou rever o que considerava como aspectos superados, dogmáticos, naocientíficos ou ambíguos do marxismo.

Em 1899, publicou "os pressupostos do socialismo e as tarefas da social- democracia", onde põe em questao as prevenções marxistas sobre crescimento da concentraçãoindustrial e a intesificacao das crises econômicas, bem como a teoria da pauperizacao da classe operaria.

Bernstein argumentou em favor de uma perspectiva de "avanço constante" da classe operaria...
tracking img