Romantismo no brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2766 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O ROMANTISMO NO BRASIL (1836 – 1881)

AS TENDÊNCIAS DO ROMANTISMO NO BRASIL

• indianismo e o nacionalismo: valorização do índio, de nossa flora e fauna.
• O regionalismo (ou sertanismo), que aborda o nosso homem do interior, caracterizando a região em que ele vive, com seu folclore, seus costumes.
• O chamado mal do século, ou byronismo, marcado pela melancolia, tristeza, sentimento demorte, pessimismo, cansaço da vida,
• A realidade política e social (o abolicionismo, as lutas humanitárias, sentimentos liberais, o poder agrário, a corrupção).
• Os problemas urbanos, surgidos com o relacionamento indústria-operário.



Poesia

Três gerações de poetas sucederam-se ao longo do Romantismo no Brasil.
1ª geração - Obras de temática religiosa e mística; poesia da natureza,marcada por forte sentimento nacionalista.
• Gonçalves de Magalhães
• Gonçalves Dias

2ª geração - Obras que revelam acentuado individualismo e subjetivismo. É a poesia da dúvida, da desilusão, do negativismo diante da vida (mal do século).
Os poetas desta geração também são chamados de byronianos, graças à influência de lorde Byron, poeta inglês que cultuou a temática do amor e da morte.• Álvares de Azevedo
• Casimiro de Abreu
• Junqueira Freire
• Fagundes Varela

3ª geração (condoreira) - O nome provém de condor, ave que voa a grande altitude. A poesia condoreira busca palavras de sentido vasto e elevado, de grande força expressiva, traduzindo a idéia de imensidão
e infinito. Temas de natureza social, como o abolicionismo, inspiram seus autores.
• Castro AlvesGONÇALVES DIAS - Consagrou-se como o primeiro grande poeta romântico brasileiro. Era orgulhoso por ter em seu sangue as três raças formadoras de nosso povo (era filho de um comerciante português com uma mestiça de índios e negros). Nascido no Maranhão, foi cursar direito na Universidade de Coimbra, onde tomou contato com os ideais românticos. Distante de sua pátria, escreve um de seus maisconhecidos poemas, a Canção do Exílio. De volta ao Brasil, publica seu primeiro livro, Primeiros Cantos, com o qual ganha a admiração do escritor português Alexandre Herculano e do imperador D. Pedro II. Este passa, então, a nomeá-lo para cargos públicos. Conheceu assim que chegou ao Brasil Ana Amélia Ferreira do Vale, mulher que foi o amor de sua vida. Chegou a pedi-la em casamento, mas foirecusado pela família da moça graças ao racismo. Mais tarde encontrou-a novamente por acaso na Europa, onde estava em viagem oficial. Tal encontrou rendeu seu grande poema lírico, Ainda Uma Vez, Adeus, publicado em 1858. Neste mesmo ano publicou parte de seu poema épico Os Timbiras, que deixou inacabado. Retornou à Europa para tratar-se de tuberculose. Não conseguindo a cura, decide retornar aoBrasil. No entanto, o navio em que viajava naufragou na costa do Maranhão, sua terra natal. O poeta, esquecido em seu leito onde agonizava, foi a única vítima. Mesmo escrevendo sobre todos os temas mais caros ao Romantismo europeu, como o amor impossível, a religião, a tristeza e a melancolia, Gonçalves Dias foi dos poucos poetas que deram um toque brasileiro à poesia romântica. Seu nome está muitoassociado ao indianismo. Exaltava a figura do nativo brasileiro e sua harmonia com a natureza, idealizando-o de maneira elhante ao que os europeus faziam com seus cavaleiros medievais. Destacam-se entre seus poemas indianistas I-Juca Pirama e a Canção do Tamoio.

Principais obras: Correspondência ativa de Antônio Gonçalves Dias; Ainda uma vez – adeus!; Teatro completo; Poemas; Cantos e recantos;Diário de viagem ao Rio Negro.

I-Juca Pirama é um dos mais elaborados poemas do Romantismo brasileiro. Foi publicado dentro de Últimos Cantos, de 1851. Seu título, traduzido da língua tupi, significa "aquele que há de ser morto". A narrativa é dividida em dez cantos, organizados em forma de composição épico-dramática. É notável a musicalidade dos versos, característica sempre presente na obra...
tracking img