Roer as unhas faz muito bem... salva rinocerontes!

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (714 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de fevereiro de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto
Roer as unhas faz muito bem... salva os
rinocerontes!
Nuno Negrões – Biólogo, Investigador e Divulgador de Ciência
António Batel Anjo – Professor e Divulgador de Ciência
Maputo, Janeiro de 2015“Não roas as unhas!”, quem é que não ouviu esta advertência? Todos
nós em algum momento das nossas vidas. Para evitar este vício
desenvolveram-se vernizes, que dão mau sabor para evitar estarelaxante actividade. Mas a verdade é algo que vai passando de
geração em geração e não parece querer desaparecer da “ecologia
alimentar”. Mas porquê roer as unhas? Um dos motivos mais apontado
éuma manifestação de ansiedade, mas na verdade é mais um hábito
sem grandes consequências para a evolução da Humanidade, mas que
pode salvar uma espécie da extinção.
Muito recentemente surgiu umfacto que talvez ajude a contextualização desta actividade e
que de alguma forma pode levar à compreensão da mesma. Mas para isso temos que falar de
uma outra espécie… o rinoceronte.
No Mundo existemcinco espécies de rinocerontes, duas em África e as restantes na Ásia. Em
África existe o rinoceronte branco e o rinoceronte negro. Não vamos explicar agora as
diferenças entre eles mas que fiqueclaro que nada têm que ver com a cor.
As populações de rinocerontes vivem em permanente ameaça de extinção, ameaça esta que
se estende a todas as espécies que têm de conviver com o ser humano naTerra. Mas é nos
últimos anos que o fantasma da extinção tem assombrado mais este imponente mamífero.
Desde 2008 que se vem assistindo a uma desenfreada perseguição a esta espécie com um
únicoobjectivo – retirar-lhe o seu corno. O interesse vem da parte da medicina tradicional

chinesa que o usa para tratar algumas doenças: febres, reumatismo, gota, dores de cabeça e
até febre tifóide. Aocontrário do que as pessoas pensam a questão o efeito afrodisíaco não
está na bula do corno de rinoceronte.

Foto: South African Department of Environmental Affairs

Mais recentemente este...
tracking img