Resumo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1031 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Segundo o Caio Prado jr a filosofia seria uma "especulação infinita e desregrada em torno de qualquer assunto ou questão, ao sabor de cada autor, de suas preferências e mesmo de seus humores”. Onde cada pensamento não era descartado, e sim reaproveitado ideias de autores anteriores, desta forma a filosofia chegaria, mas perto do conhecimento humano, e a existência de um conhecimento doconhecimento, ou seja, um retorno reflexivo da elaboração cognitiva sobre si mesma, passando o próprio conhecimento a se fazer objeto do conhecer, o autor discorre que a filosofia vem tratando de objetos que não são seus, e pelos quais não podia dar respostas, ou seja, vestir hipóteses científicas de trajes filosóficos, o objeto da filosofia, portanto, é precisamente esse: o conhecimento do conhecimento.Todavia, conforme o autor, a filosofia deveria ser tratada como literatura, mas não como fundo, ou seja, na sua essência, mas tão somente em sua forma, pois suas questões refletem os interesses e aspirações humanas que devem ser atendidos e não frustrados pela ausência de rumo daqueles que se ocupam do assunto. . A filosofia é conhecimento, que de certa forma se ocupa dos mesmos objetos que asciências em geral, portanto, a filosofia não pode ser um prolongamento da ciência, mesmo porque se o objeto da filosofia fosse identicamente o mesmo que o das ciências, não haveria razão para a existência da mesma. .
A ciência é um conhecimento sistematizado sobre um determinado experimento empírico da realidade e a filosofia é o conhecimento do conhecimento.
Filosofia e ciência são diferentes emboraquanto à perspectiva em que se colocam e ao método e estilo que adotam, se ocupou uma e outra da mesma realidade universal. A ciência ocupando-se com dados experimentais colhidos na consideração direta das feições e ocorrências da realidade. A filosofia como ideias, diríamos melhores conceitos ou representações mentais daquela realidade exterior carregada pela experiência. Assim temos de um ladoo conhecimento da realidade direto e imediato que é o conhecimento como ciência e do outro sobreposto ao primeiro com um pensamento que se ocupa com o conhecimento acerca do conhecimento, tendo assim a confusão entre as esferas subjetivas (objeto da filosofia) e objetivas (objeto da ciência).
Na comprovação histórica caio prado jr deixa claro que a filosofia tem sua origem na investigação dopensamento do homem onde tal pensamento se volta na reflexão de si mesmo e de seu conteúdo de conhecimento já elaborado.
Platão diz que pensamento vem a ser o conhecimento que são aquilo que entendemos por conhecimento, marcando com máxima clareza a distinção entre Ciência e Filosofia, ou seja, conhecimento, dados experimentais colhidos na consideração direta das feições e ocorrências da realidade,e o conhecimento do conhecimento, as idéias representações mentais daquela realidade exterior carreada pela experiência.
Para Aristóteles, a distinção entre os objetos da filosofia e da ciência é eliminada. E a partir de silogismos conseguisse a "dedução" do particular, dado da percepção sensível, a partir do universal. A contribuição de Aristóteles não encontra no relato de fatos relativos ànatureza e sim com a maneira de que esses fatos são concebidos, ou devem ser concebidos. Aristóteles julga chegar ao conhecimento através da dedução, usando a lógica para esse fim. A partir desta concepção dois casos se emparelham e se confundem: a operação lógica pela qual se alcança o conhecimento das coisas sensíveis o que as coisas são; e o fato concreto em que se geram as coisas. Gerando aconfusão com o conhecimento, pois a esfera exterior ao pensar e objeto do conhecimento confunde-se com o próprio pensar. Com o progresso da Ciência e as perspectivas que esse progresso abria, o problema do conhecimento premissa da Filosofia, se propondo de forma patente e começando a se definir. O pensamento de Bacon e Descartes até o criticismo de Kant demonstram que a filosofia se volta para seus...
tracking img