Resumo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1674 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA “JÚLIO DE MESQUITA FILHO”
FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS
DISCENTE: Fernanda Cristina Pozzi RA: 4102510
DOCENTE: Prof. Dr. Samuel Alves Soares
DISCIPLINA: Teoria das Relações Internacionais II
CURSO: Relações Internacionais – 2º ano / Noturno
RESUMO CRÍTICO
LINKLATER, A. The achievements of critical theory. In: SMITH, Steve; BOOTH, Ken; ZALEWSKI,Marysia. International Theory: positivism & beyond. Cambridge: Cambridge University Press, 1996. p. 279-298.


Um dos expoentes da Teoria Crítica Internacional, Andrew Linklater nasceu no ano de 1949 na cidade de Aberdeen, na Escócia e ao longo de sua história consolidou uma significativa carreira, como professor na universidade de Woodrow Wilson, professor e reitor da pós-graduação dauniversidade de Keele, como membro da Academia Britânica, da Academia de Ciências Sociais, entre outros. Esteve envolvido no desenvolvimento de uma teoria política que estaria estritamente ligada com as relações internacionais na década de 1970 e 1980 e posteriormente expôs o desenvolvimento de uma teoria social crítica conectada com a política mundial¹, desviando-se com isto das teorias tradicionais dasRelações Internacionais, que causavam-lhe certa insatisfação, pois não atentavam-se às mudanças na realidade social e política². Bastante influenciado pelas ideias de Robert Cox, Andrew Linklater rejeita os postulados do positivismo, de objetividade e neutralidade, e defende uma perspectiva pós positivista de mutabilidade, construção e emancipação, vista na publicação estudada, “The Achievementsof critical theory” (1996).
Neste texto o autor, partindo de uma Teoria Crítica explicitamente inspirada pelos postulados marxistas, tem como objetivo analisar as realizações marxistas em relação à teoria crítica, discutir algumas das críticas contra esta, além de sugerir certas áreas que deveriam ser mais pesquisadas, convergendo desta maneira para a afirmação de uma teoria que atenta-se arealidade social e que preza pelos diferentes valores. De que forma podemos superar os preceitos das teorias ortodoxas e chegar a uma emancipação do ser, em um estágio onde todos são incluídos e respeitados? Através deste questionamento central e de outros que se relacionam com a reconstrução do materialismo histórico, o autor dá continuidade ao seu trabalho e embasa a tese central da publicação,que centra-se na análise de que a realidade não é algo imutável, não é um dado, e que portanto, mudanças podem e devem acontecer, ao contrário do que as teorias positivistas acreditam e que por conta disso, contribuem para a manutenção do status quo e na exclusão de minorias, não permitindo um verdadeiro diálogo entre todos os membros da raça humana, uma das bases da Teoria Crítica, que prega aemancipação do ser e uma maior inclusão. Ao desenvolver seus argumentos Linklater enfatiza certos conceitos como o marxismo, o positivismo, a emancipação, a inclusão/exclusão, o aprendizado social, a ética do discurso, o diálogo, o universalismo e a própria crítica.
Primeiramente, devemos analisar os quatro conceitos da Teoria Crítica, para assim entender quais os propósitos da mesma. O primeiro sefixa na crítica ao positivismo, afirmando que o conhecimento é um reflexo da pré-existência dos propósitos sociais e dos interesses, expondo, portanto, uma construção social isenta de neutralidade. O segundo tem como base a crença de que as estruturas não são imutáveis e que como prega o marxismo, os seres humanos fazem a sua história baseado em suas próprias escolhas. O materialismo histórico,entretanto, possui algumas deficiências e deve ser reestruturado, como é exposto no terceiro ponto da Teoria Crítica, visto que enfatiza veementemente a produção como chave da sociedade e da história, quando na verdade deve-se ressaltar o discurso ético e o aprendizado social. E por fim, o quarto conceito prevê arranjos sociais marcados por um diálogo aberto entre todos, prevendo assim novas...
tracking img