Resumo e-arq brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 54 (13262 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Estadual da Paraíba
Centro de Ciências Biológicas e Sociais Aplicadas
Curso de Arquivologia
Disciplina:
Professor:
Aluna: P6 – Noite











MODELO DE REQUISITOS PARA
SISTEMAS INFORMATIZADOS DE
GESTÃO ARQUIVÍSTICA DE DOCUMENTOS














E-Arq BrasilResumo





O e-Arq Brasil foi elaborado pela Câmara Técnica de Documentos Eletrônicos do Conselho Nacional de Arquivos no período de 2004 a 2006. Com o objetivo de estabelecer parâmetros e requisitos de cunho legal para a produção, tramitação, armazenamento, uso, avaliação e arquivamento dos documentos digitais.
Para o desenvolvimento destetrabalho, fez-se necessário considerar os fundamentos da diplomática, da arquivologia, da gestão de documentos e da tecnologia da informação, pois assim, seria oferecido um conjunto de requisitos diversificados e em consonância com as necessidades atuais.
O e-Arq Brasil é uma especificação de requisitos que estabelece um conjunto de condições a serem cumpridas pela organizaçãoprodutora/recebedora de documentos, pelo sistema degestão arquivística e pelos próprios documentos a fim de garantir a sua confiabilidade e autenticidade, assim como seu acesso. O e-Arq Brasil estabelece os requisitos mínimos para um Sistema Informatizado de Gestão Arquivística de Documentos – SIGAD.
O SIGAD deve ser capaz de gerenciar simultaneamente os documentos digitais e os convencionais. No caso dosdocumentos convencionais o sistema registra apenas as
referências sobre os documentos e, no caso dos documentos digitais, a captura, o
armazenamento e o acesso são feitos por meio do SIGAD.
O e-ARQ Brasil especifica todas as atividades e operações técnicas da gestão arquivística de documentos desde a produção, tramitação, utilização e arquivamento até a sua destinação final.
Assim, podemosagora conceituar o SIGAD, que é um conjunto de procedimentos e operações técnicas, característico do sistema de gestão arquivística de documentos, processado por computador. Pode compreender um software particular, um determinado número de softwares integrados, adquiridos oudesenvolvidos por encomenda, ou uma combinação desses.
O sucesso do SIGAD dependerá fundamentalmente daimplementação prévia de um programa de gestão arquivística de documentos.
Um SIGAD inclui operações como: captura de documentos, aplicação do plano de classificação, controle de versões, controle sobre os prazos de guarda e destinação,
armazenamento seguro e procedimentos que garantam o acesso e a preservação a médio
e longo prazo de documentos arquivísticos digitais e não digitais confiáveis eautênticos.

Requisitos arquivísticos que caracterizam um SIGAD:

- captura, armazenamento, indexação e recuperação de todos os tipos de documentos arquivísticos;
- captura, armazenamento, indexação e recuperação de todos os componentes digitais do documento arquivístico como uma unidade complexa;
- gestão dos documentos a partir do plano de classificação para manter a relação orgânica entreos documentos;
- implementação de metadados associados aos documentos para descrever os contextos desses mesmos documentos (jurídico-administrativo, de proveniência, de
procedimentos, documental e tecnológico);
- integração entre documentos digitais e convencionais;
- foco na manutenção da autenticidade dos documentos;
- avaliação e seleção dos documentos para recolhimento e preservaçãodaqueles considerados de valor permanente;
- aplicação de tabela de temporalidade e destinação de documentos;
- transferência e o recolhimento dos documentos por meio de uma função de exportação.
- gestão de preservação dos documentos.

Os principais objetivos do SIGAD são: orientar a implantação da gestão arquivística de documentos arquivísticos digitais e não digitais e fornecer...
tracking img