Resumo, a corporiedade na escola

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (258 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de dezembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
No capitulo três, fala na escola sobre os direitos e deveres dos alunos n escola, mas que vai muitas vezes contra o principal da criança que é omovimento. A criança na maioria dos casos perde a sua identidade de da escola, pois ela não pode se expressar. No espaço da escola é posto cartazes com boascondutas que os alunos devem de ter, mas o principal que deve de ocorrer, que é o professor dar o exemplo não ocorre, pois ele trata o aluno com indiferença, comnúmeros.
É normal acontecer como relata no capitulo, como são tratados os alunos dos professores com diferenças, para o aluno é proibido chegar atrasadoentre inúmeras outras coisas, sendo que para o professores vamos dizer que é liberado chegar atrasado e fazer o que quiser, mas porque o professor não épunido, se é ele que precisa dar o exemplo para os alunos, porque é ele que é o educador e aquelas atitudes que ele terá quando ensina são os fatores quemudam a vida da criança na fase adulta.
Proibições por meio de cartazes que proíbem o movimento, demonstrações de afeto na hora do recreio, a hora que para osalunos é valioso, pois é a hora que elas têm a liberdade de correr, brincar, pois dentro da sala de aula a elas é imposto somente a cadeira, um lápis,papel e regras, mas, como diz Freire que a criança necessita do movimento para se expressar, pois ela não consegue resolver mentalmente os problemas.
E sãoessas atitudes das escolas e professores em geral que fazem que os alunos deixem marcas de expressão da realidade como é o cotidiano deles na escola.
tracking img