Resumo filme invictus

RESENHA - FILME INVICTUS
INTRODUÇÃO – ÁFRICA DO SUL E O FIM DO APARTHEID: TEMPOS DE MUDANÇAS SIGNIFICATIVAS PARA A NAÇÃO
Em 1990 tinha fim na África do Sul o brutal regime do Apartheid, quedurante décadas segregou os negros dos brancos daquele país. Nesse ano, o principal líder da resistência contra o regime, Nelson Mandela, era libertado após passar 27 anos preso. A partir desse momento,iniciava-se um novo período para a África do Sul, baseado na igualdade das raças.
Nelson Mandela foi eleito presidente nas primeiras eleições livres do país, em 1994. Seu discurso pregava a criação deum único país sob a bandeira do arco-íris – simbolizando todos os povos e etnias que compõe a população sul-africana. As palavras de ordem de Mandela eram RECONCILIAÇÃO E PERDÃO. No seu entendimento,sem essas duas ações o país jamais se uniria em uma única nação. O seu temor – justificado – era que, uma vez com um presidente no poder, representando-os, os negros passassem a vingar todos os anosde segregação e repressão contra os brancos, o que levaria o país ao colapso e a uma provável guerra civil.
Assim, logo que tomou posse, Mandela cuidou de manter a seu serviço os seguranças quetrabalharam para o governo anterior, assim como os demais funcionários do gabinete profissional. Ele deixou claro que todos eram livres para ficar ou partir – mas que isso fosse uma decisão baseada emcompetências pessoais para o desempenho dos cargos, e não na etnia ou na cor da pele.
INVICTUS – O ESPORTE A SERVIÇO DA POLÍTICA
O filme Invictus, estrelado por Morgan Freeman (Nelson Mandela) e MattDamon (François Pienaar), retrata esse período extremamente delicado da política sul-africana, e como o esporte pode ser utilizado para unir uma nação em torno de um objetivo comum.
Um dos símbolos doApartheid, a seleção sul-africana de rugby – os Springbocks – estava passando por um momento delicado: depois de sofrer sucessivas derrotas e desacreditado pelos torcedores, era alvo de chacotas, e...
tracking img