Resumo do filme: o nome da rosa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (519 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O filme começa com a chegada do monge franciscano William e seu noviço Adson chegam a um remoto mosteiro beneditino, para investigar misteriosas mortes que os mais religiosos acreditam que é obra doDemônio
A primeira morte apresentada no filme, acontece com um interprete. O mesmo que estava na biblioteca sorrindo e logo foi encontrado morto. Após isso William busca evidências que liguem essamorte com a anterior, que o levou ao mosteiro. O Monge francisco, utilizava da ciência, ou seja, da razão, para descobrir os crimes que ocorriam no mosteiro que consequentemente, a igreja não absolviaopiniões racionais mesmo sendo questionadas, concretizando um fato que consta na realidade até nos dias atuais. Em busca de pistas o monge e seu noviço vão até a biblioteca. Por ser um lugar muitorigoroso com suas leis, umas delas é que era proibido sorrir, pois para eles "o riso era para os tolos" e ao questionar sobre isso com o Mestre, William usou da filosofia para ir contra essa lei.Após visitar a biblioteca William percebeu que havia um pequeno número de livros e questionou. Pois como é possível um lugar com tantos interpretes e famoso por isso ter tão poucos livros? Com essanova suspeita William e Adson saem em busca de novas pistas que expliquem o sumisso desse livros. Logo após outro monge é encontrado morto, com a língua e os dedos roxo. Acabam descobrindo na bibliotecauma porta aberta onde apenas os responsáveis podem ter acesso. Quando conseguem entrar percebem que o lugar esta cheio de livros e que se assemelha a um labirinto, logo associam os livros com asmorte que vinham acontecendo. Santa Inquisição chega ao mosteiro, e mais morte acontece. Agora William passa a ser acusado pelos acontecimentos e é aconselhado a deixa a investigação, mais ele não aceita.O noviço Adson juntamente com William voltam a biblioteca e então descobrem o "livro do riso", livro este do filósofo Aristóteles que era proibido por defender o riso. Por isso é que a biblioteca...
tracking img