Resumo do capitulo 5 – teoria plotinica da beleza

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (520 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Platão e faz uma critica a visão que Aristóteles tem sobre a beleza. De acordo com Plotino a beleza não é um resultado da harmonia das partes de um todo e sim a beleza podia estar também nas partessimples de um todo, segundo ele para aqueles que acreditavam no que defendia Aristóteles, um todo belo não poderia ser composto por partes feias e dessa maneira uma coisa simples como, por exemplo, umacor pura não poderia ser considerada bela.
Plotino apesar de ainda assegurar a supremacia do bem e do belo perante o feio e o mal, ao menos não negou a necessidade destes últimos também seremestudados.
Ariano, por sua vez, não aceita a critica de Plotino a Aristóteles, pois não existe para o homem algo que seja esteticamente puro e uno. Ele diz que ao dizer que uma determinada cor pura ébela estaríamos com várias outras cores na memória e comparando com outras cores que conhecemos. Para Ariano a única maneira de vermos a simplicidade das cores seria se não existisse nenhuma outra cor.Com o intuito de resolver o impasse entre o seu pensamento e o de Aristóteles, Plotino envereda por um caminho neoplatônico, ligando a beleza terrestre em uma beleza absoluta. Além disso, elepercebeu que os dois sentidos estéticos eram a visão e a audição.
Em um de seus textos Plotino afirma, que tudo o que é amorfo, nascido para receber uma forma e uma idéia, é feio e estranho atodo logos divino. Foi assim que formulou a idéia de que a beleza resulta do domínio da forma sob o obscuro da matéria.
Suassuna cita que ao estudar o pensamento kantiano percebemos que Kant leva emconsideração uma terceira faculdade, além da inteligência e vontade, apta para julgar a beleza. Essa faculdade seria a do “juízo do gosto” que seria governada pela sensação de prazer e desprazer.Plotino, na visão do autor, antecipa esse pensamento de Kant ao levar em consideração a existência do Mal e do Feio nas artes e dizer que eles poderiam ser ilegítimos apenas no mundo e na vida. Os...
tracking img