Resumo capitulo i significado das artes visuais e.panofsky

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3293 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de fevereiro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
História da Arte I

Significado nas Artes Visuais

Resumo do Capitulo I

Iconografia e Iconologia:
Uma Introdução ao Estudo da Arte do Renascimento

ÍNDICE

Introdução 2
Resumo do Capitulo I – O Significado nas Artes Visuais 3
Biografia 8
Conclusão 12

INTRODUÇÃO

O significado nas Artes Visuais, de um brilhante crítico e historiador, ErwinPanofsky, é um dos mais renomeados críticos de nosso tempo. Talvez por isso foi-me proposto um trabalho resumido, com o intuito de perceber o significado de Iconografia e Iconologia.
À partida nesta obra reúne-se uma série de ensaios do autor, cujos temas vão da teoria das proporções à visão histórica de Vasari, de Ticiano a Poussin.
Panoufsky reconstitui magistralmente os nexos entre aobra de arte e o contexto em que ela surge, transformando assim a história da arte numa disciplina dinâmica e fecunda. Especial atenção merecem os ensaios dedicados ao abade Suger de Saint Denis e a Alberto Dürer e, naturalmente, o ensaio sobre iconografia e iconologia, conceitos que o próprio Panofsky criou e introduziu nos estudos sobre arte.

I
ICONOGRAFIA E ICONOLOGIA
UMA INTRODUÇÃO AOESTUDO
DA ARTE DO RENASCIMENTO
(RESUMO)

Iconografia trata do significado das obras de arte em oposição à sua forma, sendo uma forma de linguagem visual que utiliza imagens para representar determinado tema estudando a origem e a formação das imagens. Normalmente quando um conhecido de alguém saúda levantando com chapéu, visto de um ponto de vista formal, percebe-se que está a agircavalheiramente, com o seu gesto de retirar o chapéu. A este gesto podemos defini-lo como significado factual, pois é de fácil compreensão, pela sua identificação de formas visíveis que já são conhecidas. É à partida uma forma simpática de cumprimentar Panofsky, por outras palavras, mostra respeito pela pessoa que cumprimenta.
Através do modo como as pessoas agem, pode-se também deduzir o seuestado de espírito, percebendo se ela está de bom ou mau humor e até se os seus sentimentos são de indiferença, hospitalidade ou amizade. Chamando-lhe assim matizes psicológicos investindo num significado, segundo Panofsky, expressional, que é diferente do significado factual, por este ser compreendido por uma empatia e não por uma simples identificação. Estes dois significados podem ser conjuntos,constituindo uma classe de significados primitivos ou naturais. Por isso segundo a compreensão do autor, erguer o chapéu é sinal de comprimento, visto que é um método normal de saudação usado no meio onde se reside, tendo a ver com costumes e traições de cada país. Nunca se perceberia que era um comprimento se não estivesse consciente do significado e importância de erguer o chapéu. Logo Panofskycaracterizou isso como um significado secundário, por ser uma acção reconhecida. Este significado difere do primário, porque este é apreendido por formas puras, sendo certas configurações de cores e linhas, ou até massas de bronze portadoras de uma configuração particular. Mas o significado secundário fala sobre a compreensão de uma figura que já conscientemente se conhece, percebendo-se logo àpartida do que se trata uma determinada acção que aconteça naquele momento.
O significado intrínseco, é compreendido como procedimentos técnicos característicos de um determinado período, país ou artista. Por isso ao perceber o significado de uma imagem, história ou alegoria, percebesse que conseguimos atribuir um significado simbólico. Por isso a iconografia é uma é uma descrição einterpretação de imagens, assim como etnografia é uma descrição e classificação de raças humanas, sendo um estudo auxiliar. Os objectos e eventos compreendidos pelas linhas, cores e volumes constitui o mundo dos motivos, podendo ser identificados pela experiência prática.
A iconografia pressupõe uma familiaridade adquirida por uma leitura intencionalmente dirigida. Hoje em dia somos capazes de...
tracking img