Responsabilidade social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1321 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Aesenha Rrtigo

ÉTICA E RESPONSABILIDADE SOCIAL NOS NEGÓCIOS
Autora

Patrícia Ashley de Almeida (Coordenadora)
São Paulo, Saraiva, 2002.

Resenhista

Ana Claudia Marques Govatto
Professora do Centro Universitário Imes e consultora em responsabilidade social.
As empresas, como pontos de impacto na sociedade, têm se deparado com a equação lucro versus função social, algo não imaginado até a metadedo século XX. É certo que ética empresarial e responsabilidade social corporativa não são assuntos novos, porém ambas vêm ganhando importância nos últimos anos. Com o crescente aumento da complexidade dos negócios, complexidade esta que exige uma nova maneira de pensar e agir do empresariado, as disparidades sociais levam a repensar o desenvolvimento sustentável, conceito que envolve aspectoseconômicos, sociais e ambientais. A equação empresarial da atualidade está relacionada ao como potencializar o desenvolvimento dos negócios considerando a intervenção da organização no meio. Esta é a abordagem do título Ética e Responsabilidade Social nos Negócios, que reúne doze autores sob a coordenação de Patrícia Almeida Ashley da PUC do Rio de Janeiro, que desenvolveram estudos acadêmicos depós-graduação sobre cidadania corporativa e seus desdobramentos, passando pelas áreas de administração de empresas, consumo e comunicação social. O livro apresenta vários estudos
julho/dezembro-2002

que foram agrupados em duas partes, sendo a primeira dedicada à fundamentação teórica sobre o conceito de responsabilidade social nos negócios e a segunda uma coletânea de textos que demonstram aincorporação do tema nas empresas instaladas em território nacional. A obra faz incursões na economia brasileira que passou da era agrícola para a era industrial e, hoje, procura assimilar e desenvolver novas técnicas numa tentativa de adequar-se à era do conhecimento. Neste campo muito ainda deverá ser feito, principalmente no que se refere à cidadania, onde indivíduos, grupos da sociedade, nações eorganizações exercem direitos e cumprem deveres cada vez mais pautados pelo valor atribuído ao seu comportamento e às suas atitudes. Ashley e os demais pesquisadores procuraram resgatar aspectos da responsabilidade social empresarial e de campanhas de mudança social históricas. Na Grécia e na Roma antiga, por exemplo, foram lançadas campanhas de libertação de escravos e na Inglaterra, durante a RevoluçãoIndustrial, houve campanhas para a abolição das prisões por dívidas, para a extensão de direito ao voto às mulheres e para

se acabar com o trabalho infantil, o que os autores consideram componentes da gestão dos negócios balizados pela responsabilidade social. Em relação aos tempos de pioneirismo da cidadania empresarial, alguns avanços foram registrados e poderão marcar um período de novasconquistas ainda mais incisivas. Cases que retratam a iniciativa de empresas em atividades econômicas rentáveis de preservação, o desenvolvimento do terceiro setor, a assimilação política dos verdes, a institucionalização do movimento de defesa dos direitos dos consumidores, do consumo consciente e do comércio justo são alguns exemplos desses avanços. Considerado por muitos como sendo um dos pioneirosda responsabilidade social corporativa, Henry .ord, em 1916, contrariando a maioria dos acionistas, dividiu parte dos dividendos da empresa para seus funcionários através de aumento de salários. Muito provavelmente a atitude de Henry .ord, considerado um ícone da administração de empresas, tenha impulsionado a mudança do comportamento empresarial quanto ao seu papel social. À medida que o tempo foipassando, uma nova cultura empresarial foi
57

C omunicação
se instalando até que em 1953 a Justiça americana determinou que as corporações poderiam promover o desenvolvimento social, o que ficou estabelecido pela Lei da .ilantropia Corporativa. .oi preciso a intervenção da justiça americana nesta questão devido aos protestos de muitos acionistas que temiam diminuir seus ganhos às custas...
tracking img