Responsabilidade social e meio ambiente

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4702 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ETAPA Nº 1 - SUSTENTABILIDADE

Conceitue e identifique sustentabilidade e sua aplicação no planejamento ambiental
Como dito nos textos propostos, sustentabilidade tem um conceito sistêmico, pois se propõe ser uma forma em que todos se utilizem de seus meios materiais e econômicos preenchendo as necessidades de manter e preservar a biodiversidade e os ecossistemas naturais no qual todospoderão usufruí-los sem destruí-los. Recuperar seria a idéia central da palavra sustentabilidade, como é o caso de projetos que visem à recuperação de mananciais degradados pela ação do homem e que futuramente acabariam. Quando o homem se propõe a recuperar o que está destruído, este passa a ter consciência de que os recursos da natureza são escassos, portanto, tornando a vida aquilo que estavapraticamente morto.

SUSTENTABILIDADE PARA O FUTURO
Pensar em futuro para os nossos filhos é pensar em sustentabilidade hoje. Como pensar em deixar para nossos filhos algo que venham a usufruir pensando no que ficou pra trás. Difícil falar de sustentabilidade para pessoas que não querem, não gostam e têm dificuldade de pensar no futuro. Mas a pauta do mundo hoje é essa, goste ou não, queira ounão. Porque sustentabilidade é isto: trazer o futuro para o presente. É resolver os seus problemas e realizar seus sonhos hoje sem comprometer os sonhos de quem ainda nem nasceu.
Para quem é jovem e brasileiro, então, a dificuldade de incluir o futuro nas suas decisões é maior ainda. Vou explicar começando pelo que temos em comum: Brasil. Vivemos numa região do planeta que é muito boa e generosa comas nossas condições de vida. Para nós, humanos, para as plantas e para os animais.
Aprendi isso no livro do Eduardo Giannetti, O Valor do Amanhã. Ele diz que uma árvore no hemisfério norte, como por exemplo o carvalho, tem que armazenar energias no verão para atravessar o inverno, senão morre. Uma palmeira nos trópicos, onde o inverno é quente, não tem esse mecanismo de armazenagem porque nãoprecisa.
Isto é, nós, que vivemos nos trópicos, tendemos naturalmente a não esquentar a cabeça com o inverno, isto é, com o futuro. Daí para essa tendência virar atitude, cultura, estilo de vida, não custa nada. Conclusão: o brasileiro é cabeça fresca por natureza.
O mesmo acontece quando temos pouca idade. Quando jovens, temos tanto para viver no presente e tanto futuro pela frente, que não temosnenhuma motivação nem espaço na cabeça para pensar no futuro. Dizem que o máximo de futuro que a maioria dos jovens consegue pensar é três ou quatro dias. Mais praticamente, o tempo da próxima balada ou o prazo para entregar o trabalho da escola.
Normal. De verdade, a gente só começa a pensar no futuro para valer quando casamos e temos filhos. Aí é que se começa a pensar sério na vida, fazerplanos, poupar, essas coisas. 
Então, para jovens brasileiros, sustentabilidade é papo cabeça, abstrato, que só vira realidade quando vê crianças morrendo de falta de água, ursinho morrendo de falta de frio, peixe morrendo de falta de ar, floresta morrendo de falta de inteligência humana e boate fechando por falta de energia elétrica para a guitarra e o ar-condicionado.
Estou falando isso paramostrar o tamanho do desafio para um jovem dos trópicos entender o que de fato está por trás da sustentabilidade e poder se preparar para contribuir na virada deste jogo que está pondo em risco o seu próprio futuro.
Não adianta chorar o leite derramado, a árvore derrubada e colocar a culpa nas gerações passadas. É bola pra frente. Tem mais é que entender o que os outros não entenderam e reinventarnosso estilo de vida a partir de uma nova consciência. A nova consciência diz que o tamanho do "aqui, agora" tem que ser muito grande tão grande que não fique nada de fora. Nenhuma criança, nenhum urso, nenhum buriti, ninguém, não importa se é do hemisfério norte ou sul, se é muçulmano ou judeu, se é do passado, do futuro ou do presente. Porque tudo é interdependente.
É uma coisa grande mesmo....
tracking img