Resenha

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (357 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CORTELLA, Mario Sergio
NÃO NASCEMOS PRONTOS! Provocações filosóficas,12ª Edição ,Rua Frei Luís,100 ,CEP25689-900 Petrópolis, RJ,2006, Editora Vozes Ltda.

Mario Sergio Cortella,é autor,entreoutras obras,de A Escola e o Conhecimento. Nasceu em Londrina, filósofo com mestrado e doutorado em educação pela PUC -SP, seguidor de Paulo Freire, embora tenha renunciado à vida religiosa, não deixou delado a espiritualidade, a qual está sempre presente em sua obra. Ele fala com singeleza sobre suas vivências, temores e aborda os vários desafios que teve de vencer para alcançar a posição atual naexistência.
Ao dizer que não nascemos prontos , Mario Sergio Cortella quer dizer ,vamos nos moldando,nos aperfeiçoando,crescendo, amadurecendo, somando vivências e experiências, agregando valoresdentro da nossa bagagem de vida. O autor fala da importância da insatisfação humana que nos leva a, criar, modificar, aperfeiçoar. Seu objetivo é fazer com que cada um perceba que a vida se faz a cadadia, que ninguém está pronto. Alega que o desafio humano é resistir à sedução do repouso, e que não podemos nos satisfazer com as coisas como estão.
Para Cortella o avanço da tecnologia nos dias dehoje da á impressão de que tudo nasce pronto e não nos damos conta que tudo exige um processo: o de se fazer, ele retrata que é importante conhecermos o processo de mudança de todas as coisa paraassim valoriza-las e não perdermos a sensação de espanto diante das transformações.
Por meio de pequenas provocações filosóficas o autor mostra como estamos alheios ao que acontece no nosso meio e anossa volta. Entendi que ele trata de temas como acomodação, flexibilidade para as mudanças, a pressa característica do mundo atual, aceleração do cotidiano e falta de esperança das novas gerações. Emresumo, todas as provocações se sobressai uma crítica à nossa pressa e de como não sabemos aproveitar o nosso tempo.
Indico a leitura do livro a todo tipo de publico em expecial aos jovens, pois...
tracking img