Resenha

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 9 (2036 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 30 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
TEORIAS DA APRENDIZAGEM

Nesta aula abordaremos a psicologia de Henri Wallon, considerada complexa, que toma a dialética (a arte do diálogo, da contraposição e contradição de idéias que leva a outras idéias) como fundamento epistemológico (epistemologia ou teoria do conhecimento. Ciência, conhecimento e discurso são ramos da filosofia que tratam dos problemas filosóficos relacionados à crença eao conhecimento), onde ele define o ser humano como geneticamente social.

AULA 08 • A PSICOLOGIA DE HENRI WALLON
Conhecendo Henri Wallon
Henri Wallon (1879-1962), ordem de formação: médico, psiquiatra, psicólogo e educador, dedicou-se primeiro à Psicopatologia em decorrência de sua atuação como médico na Primeira Guerra Mundial. Em seguida, concentrou-se na análise do psiquismo humano,voltando-se para a psicologia da criança. Seu interesse pela educação o ajudou a compreender a Psicologia e a Pedagogia como ciências complementares sem que se priorizasse uma ou outra área. Ou seja, considerava o estudo da Psicologia como base para uma possível renovação da prática educativa, assim como a prática educativa como campo para a pesquisa psicológica numa relação de troca.
Wallon foicontemporâneo de Sigmund Freud (1856-1939), de Jean Piaget (1896-1980) e de Lev Vygotsky (1896-1934). Para ele, o desenvolvimento infantil fazia parte de um contexto em que as relações interpessoais, históricas e culturais eram privilegiadas
Henri Wallon define o ser humano como uma pessoa geneticamente social, dizendo:
Jamais pude dissociar o biológico do social, não porque os creia redutíveisentre si, mas porque, no homem, eles me parecem tão estreitamente complementares, desde o nascimento, que a vida psíquica só pode ser encarada tendo em vista suas relações recíprocas. (WALLON, apud Werebe & NadelBrulfert, 1986, p.8).
Wallon procurou compreender o desenvolvimento infantil por meio das relações estabelecidas entre a criança e seu ambiente, vendo a pessoa como um ser total, tantoem sua individualidade como na relação com os outros. Sendo assim, ele não propôs um sistema que aconteça por etapas de evolução psíquica, organizado e linear, desenvolveu sua teoria a compreensão dos objetivos da criança e os meios que ela usa para realiza-los, investigando cada uma de suas manifestações dentro de suas possibilidades.
Wallon propõe o estudo integrado do desenvolvimento, queabarca toda a atividade infantil – afetividade, motricidade, inteligência – podendo assim definir seu projeto teórico como a elaboração de uma psicogênese da pessoa total.
Segundo Henri, para a compreensão do desenvolvimento infantil não bastam os dados fornecidos pela psicologia genética. É preciso recorrer a dados provenientes de outros campos de conhecimento como a neurologia, psicopatologia,antropologia e a psicologia infantil, campos estes de comparação, privilegiados por ele.
Portanto, para ele, o desenvolvimento se dá de forma descontínua, marcado por retrocessos e rupturas. A cada estágio de desenvolvimento infantil há uma reformulação e não simplesmente uma adição ou uma reorganização dos estágios anteriores, ocorrendo uma interação entre ambiente e sujeito.

Constituição dasubjetividade e construção do conhecimento
Para Wallon, o desenvolvimento não começa cognitivamente. A atividade da criança está, a princípio, voltada para a sensibilidade interna (afetiva), que abrange o primeiro ano de vida. A afetividade designará os processos psíquicos que acompanham as manifestações orgânicas da emoção, que depois irá se juntar à sensibilidade externa, ou seja, elementos domundo exterior, para aí caracterizar o aspecto cognitivo do desenvolvimento. Não se trata de um processo linear, no qual o aspecto cognitivo pegará o lugar do afetivo.
Há a indicação de conflito e oposição permanente entre eles, alternando-se em fases centrípetas, ou seja, voltadas para si mesmas e centrífugas, de interesse pelo mundo humano ou físico. A elaboração do objetivo se faz pelo subjetivo...
tracking img