Resenha

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3415 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Macunaíma, de Mário de Andrade
Recomende esta página para um amigo
[pic] Versão para impressão
Análise da obra

O romance Macunaíma (O herói sem nenhum caráter), de Mário de Andrade, foi editado em 1928, embora tenha sido escrito em quinze dias, no final de 1926, numa fazenda da família, em Araraquara, interior de São Paulo, para onde o escritor tinha ido passar uns dias. Levou consigo,naquela ocasião, os apontamentos de anos de trabalho e pesquisa sobre folclore brasileiro. Portanto, o folclore, nas suas múltiplas manifestações, vem a ser a trama de Macunaíma.Acumula um despropósito de lendas, superstições, frases feitas, provérbios e modismos de linguagem, tudo sistematizado e intencionalmente entretecido, “feito um quadro de triângulos coloridos em que os pedaços, aparentementejuntados ao acaso, delineiam em conjunto a paisagem do Brasil e a figura do brasileiro comum”, conforme assinala muito bem Cavalcanti Proença.

Mário de Andrade teve indecisões ao classificar o livro. Primeiramente, chamou-o “história” em um dos prefácios, querendo aproximá-lo dos contos populares pelo muito que, de comum, possui com esse gênero. Mas não era um título preciso e lembrou chamá-lode “rapsódia”. De fato, apresenta como as rapsódias musicais uma variedade de motivos populares. Rapsódia é a maneira de cantar dos rapsodos gregos. São também rapsódias os antigos romances versificados e musicados, as canções de gesta de Rolando, a Encantada Branca-Flor e, nos nossos dias, as gestas de cangaceiros, entoadas nas feiras do Nordeste pelos cantadores. Daí a aproximação com asepopéias medievais.

Macunaíma é, sem dúvida, uma das expressões mais caracterizadoras do advento do Modernismo no Brasil. A fúria demolidora que caracterizou a primeira fase do nosso Modernismo (1922 – 1928) está aí em todos os sentidos: a estrutura do romance e a língua, principalmente, vem aí barbaramente violentadas na sua feição tradicional e acadêmica. Mas tentemos esboçar aqui o panoramacultural da época para que se entenda bem a literatura que vem expressa no texto genial de Macunaíma.

O  livro é constituído pelo encontro de lendas indígenas (sobretudo as amazônicas, recolhidas e publicadas pelo etnólogo alemão Koch-Grünberg) e da vida brasileira cotidiana, da mistura de lendas e tradições populares. O espaço e o tempo são arbitrários, o fantástico assume um ar de coisa corriqueirae o lirismo da mitologia se funde a cada passo com a piada, a brincadeira, a malandragem nacional, que Macunaíma encarna (é o “herói sem nenhum caráter”).

A montagem do caráter de Macunaíma, síntese de um presumido modo de ser brasileiro, apóia-se na obra de Paulo Prado, Retrato do Brasil (1926), em uma tentativa de definição de um caráter nacional, que Paulo Prado descreve como luxurioso,ávido, preguiçoso e sonhador.

Há, também, a presença de Freud na abordagem psicanalítica dos mitos e dos costumes primitivos, que as teorias do inconsciente e da mentalidade pré-lógica propiciaram.

Espaço e tempo

As estripulias sucessivas de Macunaíma são vividas num espaço mágico, próprio da atmosfera fantástica e maravilhosa em que se desenvolve a narrativa. Macunaíma se aproxima da epopéiamedieval, pois tem de comum com aqueles heróis a sobre-humanidade e o maravilhoso. Está fora do espaço e do tempo. Por esse motivo pode realizar aquelas fugas espetaculares e assombrosas em que, da capital de São Paulo foge para a Ponta do Calabouço, no Rio, e logo já está em Guarajá-Mirim, nas fronteiras de Mato Grosso e Amazonas para, em seguida, chupar manga-jasmim em  Itamaracá de Pernambuco,tomar leite de vaca zebu em Barbacena, Minas Gerais, decifrar litóglifos na Serra do Espírito Santo e finalmente se esconder no oco de um formigueiro, na Ilha do Bananal, em Goiás.

Macunaíma é um personagem enquanto marginal, anti-herói, fora-da-lei, na medida em que se contrapõe a uma sociedade moderna, organizada em um sistema racional, frio e tecnológico. Assim, o tempo é totalmente...
tracking img