Resenha sobre o filme germinal

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (288 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O filme Germinal, adaptação do livro de mesmo título do escritor francês Emile Zola, se passa na França e tem como contexto histórico a revolução industrial. Esta, por suavez, torna a mão de obra excedente e, portanto, barata. Logo, a família toda precisa trabalhar, incluindo crianças e mulheres, por um salário muito baixo e jornadas em tornode 16 horas diárias. A pobreza dos personagens é evidente. Passam fome, pois o dinheiro não dura até o final do mês e acabam devendo a um comerciante local que em trocapede favores sexuais as filhas ou as próprias mães.
O proletariado do filme trabalha nas minas em condições desumanas. Além disso, recebiam multas por desabamentos e tiveramuma redução do seu salário, pois a América havia suspendido seus pedidos de ferro. Dessa forma, os trabalhadores começam a organizar uma greve em busca do aumento salarial emelhores condições no ambiente. Mas o diretor geral alega que as minas estão na mesma precariedade que eles e coloca a culpa na conjuntura econômica (capitalismo).
O contrasteentre os trabalhadores e os donos é gritante. Enquanto, estes têm comida farta, oferecem jantar de noivado para membros da família e vivem clima de tranquilidade e alegria,aqueles passam fome e estão numa situação de miséria extrema.
Quando o dono da mina ameaça contratar trabalhadores belgas caso eles não encerrem a greve, o proletariadodestroem as máquinas (movimento conhecido como ludismo). A partir disso, a greve torna-se incontrolável. A população saqueia o comerciante e este, tentando fugir, cai dotelhado e é mutilado. Por fim, Acuados pela fome, diante da real possibilidade de não terem mais com o que trabalhar, a greve perde força e eles retornam à atividade nas minas.
tracking img