Resenha sandel, michael j.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1678 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Autor da Resenha: Igor Altíssimo
1) DADOS SOBRE A OBRA E O AUTOR
SANDEL, Michael J. Justiça: o que é fazer a coisa certa. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2012.
O autor é um renomado professor da Universidade Harvard onde ele ensina Filosofia Política desde 1980. Seus cursos incluem “Ethics, Biotecnology, and the Future of Human Nature”, “Ethics, Economics, and Law”, “Globalizationand its Critics” e o curso “Justice”, no qual a obra em resenha é baseado. Este é o primeiro curso da universidade disponibilizado gratuitamente na internet. Sandel foi reconhecido pela Associação Americana de Ciência Política em 2008 por sua carreira de excelência no ensino e a revista China Newsweek o nomeou a figura internacional mais influente do ano na China. Ele também atua como professorvisitante na Universidade Sorbonne, em Paris, como Presidente do Conselho de Bioética, nos Estados Unidos, e como membro na Academia Americana de Artes e Ciências e no Conselho de Relações Exteriores, também nos Estados Unidos.
Além da presente obra o autor também escreveu o livro “O que o dinheiro não compra” publicado em 2012 pela editora Civilização Brasileira, que trata das escolhas diárias daspessoas que vivem no mundo capitalista.

2) RESUMO
O autor nesta obra apresenta várias concepções de justiça de diferentes filósofos sempre buscando problematizá-las com casos concretos para mostrar a aplicação dessas idéias, no intuito de se descobrir o que é fazer a coisa certa em cada situação.
Sandel identifica três maneiras de pensar a justiça na distribuição de bens em uma sociedade:através do bem-estar, da liberdade e da virtude. No sentido de bem-estar o autor apresenta a ideia desenvolvida por Jeremy Bentham, para quem justo é o que traz maior felicidade para a comunidade, chamada de utilitarismo. No sentido de justiça como liberdade o autor discute as idéias de John Stuart Mill e da filosofia libertária. No mesmo sentido de justiça como liberdade, mas com uma visão muitodiferente da libertária, é abordado também as idéias dos filósofos Immanuel Kant e John Rawls. E, por fim, no sentido de justiça como virtude Sandel discute a idéia de Aristóteles.
Por todo o livro, as diversas visões de justiça são problematizadas com casos reais, como o papel do governo para ajudar os cidadãos quando ocorre um desastre natural, a maneira mais justa de se convocar soldadospara o exército, as políticas de ação afirmativa nas universidades, no Brasil chamadas de cotas, dentre vários outros exemplos problemas.

3) ANÁLISE CRÍTICA
A primeira questão levantada pelo autor é qual seria o papel do governo após um desastre natural, para ajudar as pessoas afetadas a reconstruirem suas perdas. Após catástrofes os preços dos produtos tendem a aumentar seguindo a lógica dedefinição dos preços no livre mercado. As correntes de pensamento que estudam a formação dos preços convergem para três enfoques: um baseado nos aspectos contábeis da organização e dos produtos, outro nas condições da oferta e da procura e, por fim, na concorrência e outros objetivos de marketing (SHIRAISHI e CAMPOMAR: 2006, PÁG. 3). Segundo Joel E. Urbany “a seqüência para estabelecer umpreço-base para o produto é iniciada pela análise dos custos, verificação da elasticidade da demanda, análise do ponto de equilíbrio, análise da maximização dos lucros e análises das preocupações estratégicas, legais e éticas” (URBANY: 2001, Apud SHIRAISHI e CAMPOMAR: 2006, PÁG. 2).
Na situação em questão, o aumento dos preços após um desastre natural e a consequente participação ou não do governo, trêsfatores da determinação dos preços estão em julgamento: a maximização dos lucros, a oferta e procura e a ética na estipulação de preços. Para as pessoas que defendem que o governo deveria controlar os preços dos produtos nessas situações acreditam que o aumento deva-se à ganância dos comerciantes e prestadores de serviços. Mas para os defensores do livre mercado o preço é definido por leis fora...
tracking img