Resenha raizes do brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4842 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Raízes do Brasil é um livro do historiador brasileiro Sérgio Buarque de Holanda.
Publicada em 1936, Raízes do Brasil aborda aspectos centrais da história da cultura brasileira. O texto consiste de uma macro-interpretação do processo de formação da sociedade brasileira. Destaca, sobretudo, a importância do legado cultural da colonização portuguesa do Brasil, e a dinâmica dos arranjos e adaptaçõesque marcaram as transferências culturais de Portugal para a sua colônia americana.
Através de Raízes do Brasil , que para muitos, junto com "Casa Grande e Senzala", de Gilberto Freire e "Formação do Brasil Contemporâneo”, de Caio Prado Jr., é um livro que apesar de haver mais de 60 anos desde sua primeira publicação ainda é considerado uma obra capital para o compreensão da verdade brasileira ede seus desarranjos que até hoje nos atingem. Seu autor, Sérgio Buarque de Holanda (1902/1982), que além de outras coisas foi membro-fundador do Partido dos Trabalhadores, tenta elucidar a realidade brasileira, e as causas da mal sucedida formação de um espírito progressista (em todos os sentidos) no seio das relações sociais naquela que chamamos de civilização brasileira. O autor, com suacapacidade de se referir com espantosa grandeza de detalhes às relações que os habitantes de épocas diversas tinham entre si e com o meio, consegue nos mostrar as transformações (ou continuações) das subjetividades desde o período colonial até a época da publicação do livro.
Tendo em mente as diferenças entre o tipo de colonização ibérica e a inglesa na América podemos dizer que descoberta do Brasil eprincipalmente o sucesso de sua colonização, foi fruto do espírito aventureiro e de uma certa adaptabilidade dos portugueses a situações e povos "desconhecidos". Juntando isto com a ausência das famílias destes aventureiros em suas incursões no "Brasil” (ao contrário do que ocorria com os ingleses na atual América do Norte) não é de se espantar que o povoamento da colônia se desse em grande partepor mestiços, primeiramente oriundos das relações dos portugueses com as índias e posteriormente com as escravas negras, o que contribuiu em muito para nossa tão admirada, quanto falsa, democracia racial.
Ao juntarmos estas características com a expectativa portuguesa de alcançar ganhos rápidos em suas empreitadas, podemos entender melhor as razões pelas quais as relações econômicasmetrópole-colônia logo tomaram os rumos já conhecidos e o porquê da quase exclusiva colonização do litoral brasileiro, deixando praticamente abandonado seu interior.
No decorrer da colonização, a sociedade brasileira tornou-se rural e patriarcal, a cultivo agrícola era predatório, arcaico e baseado na monocultura de exportação. As fazendas/engenhos eram verdadeiros feudos e dela se tirava tudo que se precisava(os escravos produziam tudo, desde o alimento até os móveis da casa grande). Como quase nada do que se produzia fora das fazendas era necessário para a vida dos seus habitantes, as relações familiares eram mais importantes e respeitadas que as entre os cidadãos (?!) e entre estes e o Estado que era tido, junto com suas leis, como marginais. Todo este processo mantém-se por séculos, resistindo atémesmo à decadência dos engenhos de açúcar que iam sendo substituídos, em importância, pelas fazendas de café. Se finda a escravidão, uma nova realidade social surge a partir daí. O inchamento dos centros urbanos é inevitável, as cidades passam a servir de moradia para os ex-escravos e para os próprios "barões do café” já que a abolição da escravidão tornou impossível a existência de uma propriedaderural auto-suficiente.
Cabe aqui dizer que a abolição da escravidão não foi fruto da bondade da Princesa Isabel e sim uma imposição da Inglaterra e de sua Revolução Industrial, que por sua vez não conseguiu entusiasmar uma aristocracia fundamentalmente rural. Uma característica psicossocial herdada dos portugueses também contribuiu para o insucesso do Capitalismo industrial em terras...
tracking img